04/03/2013

Falando russo


Uma das coisas mais engraçadas da minha vida é quando eu falo alguma coisa e a pessoa não entende.
Aí, mudo a frase, falo novamente...
e a pessoa repete "ein?" "Oque?"

Se é uma pessoa desconhecida, penso, procurando encontrar a palavras que dificultaram o entendimento e falo uma nova frase.

Se é alguém conhecido, conhecido até demais, invento uma língua maluca, misturando um inexistente dialeto russo com klingon, outras vezes, uso uma combinação de DesEsperanto com Marciano e o incrível é que a pessoa responde, tudo certinho, como se estivesse entendendo desde o começo.

Curioso, não?