23 de nov de 2013

Cartão ELO de Cartão do Futuro a Cartão sem Futuro

ELO O CARTÃO 100% BRASILEIRO Criado por 3 dos maiores bancos do país para dificultar suas conquistas.


Era feliz e não sabia...
Tinha um cartão Visa Electron do Banco do Brasil.
Um belo dia, sem que o meu cartão estivesse para vencer, o Banco do Brasil, me presenteou com um novo cartão de débito, o ELO e cancelou meu antigo cartão.
Passei a vagar pelas cidades, praticamente como um pedinte de esmolas, tendo que entrar de cabeça baixa nos estabelecimentos comerciais e perguntar antes de consumir:
- O senhor aceita o cartão ELO?
Recebia as mais variadas respostas:
- Não conheço este cartão.
- Você quer dizer CIELO?
- ELO a gente não aceita.
- Como é o nome do cartão? O que? Repete!
- "Ô Waldemarrrrr! Nós temos aqui maquininha pra aceitar o cartão ELO?" - Não senhor, aqui a gente não aceita ELO.
Passados alguns meses (fazendo poupança forçada), comecei a achar alguns lugares que passaram a aceitar o cartão ELO.
Um dia, uma caixa do Walmart, cheia de orgulho, me disse:
- Senhor, este cartão ainda não é todo mundo que aceita, porque é o cartão do futuro!
Respondi:
- OK! E como faço? Pago a compra para você, no futuro?

Passados vários meses, depois de viver o eterno carão de ter perguntar, até em restaurantes finos (antes de consumir) se aceitavam o cartão ELO, já começando a confiar que o FUTURO finalmente havia chegado, parei de perguntar se aceitavam o cartão.

Fui feliz por exatos dois dias!

Você, leitor, vai dizer que estou exagerando.
Não! Não estou exagerando
Passei dois dias sem ter problemas com o Cartão ELO.
Agora, os poucos estabelecimentos que aceitavam o cartão ELO, pararam de aceitá-lo.
Os primeiros que recusavam, davam a desculpa de que a maquininha do ELO não estava funcionando...
Mas, como sou um cara chato,passei a perguntar com jeitinho para as operadoras de caixa.

As respostas:
O cartão ELO não está sendo um bom negócio para os comerciantes.
A ELO não está repassando os crédito para os logistas.
A ELO cobra as maiores taxas do mercado, dos comerciantes e não aceita negociar as taxas.

Enfim, o tal do Cartão do futuro, virou um cartão sem futuro.

E lá vou, novamente, começar minha poupança forçada!
Porque acho uma sacanagem ter que pagar por um cartão adicional, de outra bandeira, para não depender desta &@%&@!(@(!(&*¨@! de uma  @*&¨@))%!)_@ du @@&%%@!

Sabe aquele seriado antigo que uma família caia em uma corredeira e ia parar no passado?
ELO PERDIDO

É assim que os clientes deste cartão se sentem.
Transportados para um mundo onde não existem máquinas que aceitem o cartão, onde vai ter que pegar bananas no pé e comer ovos colhidos nas árvores.

Atualização
20/10/2016 - Mais um ano passou (quase 3 anos já desde a publicação da matéria) e o cartão continua um "Elo perdido".
Só esta semana, não consegui, comprar ingresso para o cinema, pagar o café nem comprar uma ferramenta, pois, nenhum destes lugares aceitam ELO.
Entra maquininha nova, sai maquininha, mudam bandeiras e até a logo da ELO, mudou e nada de o cartão ser aceito.
Adaptando um antigo slogam de um cartão concorrente, diria:
"Com Elo eu chego aos melhores lugares e não fico!" Dou meia volta sem poder gastar.

O lado positivo é que nunca vi meu dinheiro durar tanto tempo na conta.
O lado negativo é a vergonha de ver o cartão ser recusado na maquininha, pois o logista tinha jurado que o cartão era aceito.

5 de nov de 2013

Pagseguro FALSO


Atenção!!!!

A página copiada acima, parece com a página oficial do pagseguro, porém, é uma cópia e está alojada no domínio http://pagseguro.fulba.com/seguranca/


O endereço vem em um mailing (spam, na verdade) que  finge ser uma mensagem da central de segurança do Pagseguro e pedindo atualização automática do Sistema de Segurança.
Ao clicar no botão ACESSAR que está na mensagem a vítima é encaminhada para o falso site.


A verdadeira página do Pagseguro fica no domínio https://pagseguro.uol.com.br/.
A verdadeira tem "https" ou sejá é uma página segura, com proteção para os dados digitados.
A verdadeira é da UOL e está registrada no Brasil.


Fique atento, pois ao digitar seus dados na página falsa, os pilantras de plantão, poderão movimentar a sua conta no Pagseguro.
Provavelmente farão compras eletrônicas, utilizando seu saldo.

Fique atento.

3 de nov de 2013

Email de aniversário


Se você tem uma empresa ou é responsável pela comunicação de uma empresa com os clientes, evite cometer três faltas graves e comuns em emails de aniversário.

1) Não envie email com um "Parabéns para você nesta data e APROVEITE PARA COMPRAR NOSSOS PRODUTOS". Se a tua empresa não tem, real interesse, em demonstrar que gosta de fortalecer uma relação de confiança e gratidão entre o cliente e a empresa, pelo menos, finja que gostam. Não mande falso email de parabéns que, na verdade, é um mailing de vendas.
Se for enviar um cupom de desconto com o argumento de ser aniversário do cliente. Não mande um cupom de desconto padrão. Faça algo, realmente, especial ou, não faça!

2)  Não envie email de parabéns com o nome do cliente errado.
Parabenizar o José, com um email com o nome de Pedro, é o fim da picada!

3) Não envie email com links e quebrados, como o enviado pela "Champion Relógios".
Veja abaixo o lixo que entrou na caixa postal do cliente!
Nem o "acesse este link" está funcionando!
 
Se você não conseguir visualizar esta mensagem, acesse este link

Feliz Aniversário!
Existem datas que não podem ser esquecidas. Seu aniversário é uma delas.
Parabéns e Feliz aniversário!
http://www.championtrocapulseiras.com.br
Champion Watch

SIGA A GENTE :)
Twitter
Facebook
Youtube




25 de out de 2013

Mundo Real x Mundo Imaginário 6 - X Whopper Burger King

Produto anunciado no Mundo Imaginário da propaganda


Produto real

Quer saber qual o sabor e a consistência do X Whopper?
Já comprou um hamburguer pronto em supermercado.
Daqueles que é só por no micro-ondas e em 6 minutos tá quente e horrivel?

Bingo!
É o sabor e o jeitão do X Whopper. A unida diferença fica por conta do preço. Vai pagar R$ 20,00 (com refri) para comer o que com R$ 6,00 você compra no supermercado.

Note como o pau está molenga não abri para fotografar... o pau dobrou sozinho.

Cadê o bacon?
Tinha uma fatia só de bacon que na verdade, tem sabor de papelão ondulado.


Depois dessa... promoção de pimenta, é refresco!

18 de out de 2013

Proteção só para animais fofinhos

Um destes dois está condenado a solidão, a fome e a indiferença... e não é o animal à esquerda.

Diário de bordo No. 72911027132

Continuo não compreendendo os humanos!!!!
Peço socorro urgente, solicito autorização para deixar a Terra e ir explorar outros planetas. Talvez possam me dar uma tarefa junto a um povo mais amistoso como os Klingons.

Vou relatar um hábito que os humanos tem.

Eles brigam, lutam, invadem propriedade de outros humanos, para resgatar e "salvar" vidas dos animais das espécies caninas e felinas. Outras espécies, também são objetos de adoração, desde que sejam fofinhos, peludinhos e com olhar tristonhos.

Também são excluídos da adoração e preservação os próprios humanos, já que a maioria deles não sabe que são animais.

Usam discursos de que animais tem mais coração que humanos, sem saber que os tais "animais", se relacionam com eles de forma mais "carinhosa", exatamente da mesma forma que outros humanos se relacionariam, caso tivessem a mesma atenção e o mesmo carinho que eles dão aos "animais".

E assim, quando estão andando pelas ruas (de carro ou a pé) chegam a parar para dar um pedaço de pão e um pouco de água para os "animais fofinhos" mas, quando um outro humano se aproxima deles, pedindo água e pão, eles protegem suas bolsas, e repelem a aproximação. Tentam disfarçar o asco, mas, não sabem que o outro humano sente quando é rejeitado.

Fazem mais, os humanos chegam a catar as fezes dos "animais fofinhos" no chão com a mão, protegida apenas por um saquinho furado de supermercado.
E são incapazes de limpar o traseiro de um outro humano se o verem passando dificuldade de se controlar.

Outro dia mesmo, tive a oportunidade de conhecer um grupo de animais rejeitados por não terem pelos, não terem focinhos e latirem.

Estava eu caminhando pela calçada, quando um homem ainda jovem, puxando uma carroça com sucatas, lixo, objetos velhos e materiais para reciclar veio em sentido contrário, se aproximou e pediu uma ajuda porque tinha filhos e esposa para criar.
Me aproximei e olhei nos olhos dele enquanto o ouvia falar. Não o interrompi dizendo que estava com pressa, não me afastei, não o repeli.
Neste meio tempo a família dele foi se aproximando, duas crianças ainda pequenas, a esposa jovem, todos os 4 com roupas sujas e rasgadas e chinelos que estavam gastos, antes mesmo de chegarem aos pés deles.

Meu centro de distribuição de fluido corporal, ficou apertado, perdeu o compasso e começou a ficar acelerado.
Minha visão ficou levemente embaçada, como que coberta por uma fina camada de algum estranho liquido.

Como naquele momento estava sem meus apetrechos interplanetários, e muito longe da nave, não pude fazer coisa alguma. Inclusive porque não carrego comigo aquele papel que chamam de dinheiro.

Tive a obrigação de com toda a sinceridade do mundo, responder para ele que não poderia ajudá-los.
Ele teve uma reação, que de acordo com o que os humanos abastados sempre me informaram, não é possível que um humano desprovido de dinheiro tenha.
Todas as autoridades com quem conversei, todos os organismos de organização da civilização deles, afirmam que os humanos menos favorecidos são feras traiçoeiras.

Ele, olho para mim e começou a agradecer pelo simples fato de tê-lo deixado se aproximar e falar..
Disse assim:
"Amigo, você já me ajudou muito!
Só por você me ouvir, confiar em mim, já me deixou feliz.
Pra mim, sua atitude foi muito importante.
A maioria das pessoas pensa que somos bandidos, que a gente quer fazer maldade, roubar.
Eu só quero cuidar da minha família!
Obrigado! Obrigado mesmo!
Vá com Deus!"

E nos despedimos, seguindo sentidos opostos.


Percebem minha perplexidade?

Os humanos são muito confusos, usam um discurso, mas agem de forma totalmente divergente do discurso.
Parece que o discurso foi enfiado dentro da mente deles por alguma forma de controle de massa.
Alguns chegam a falar que são contra o uso de animais em experiências, mas, permitem que peixes e humanos sejam cobaias.
E ainda por cima são ávidos consumidores de produtos que precisam ser desenvolvidos às custas de experiências em animais.

Mesmo depois de fazerem filmes a respeito.

Continuam tratando outros humanos com desigualdade, enquanto tratam os "animais fofinhos" com privilégios.

Compram água mineral para cachorro em boutiques, mas, se escondem atrás da cortina quando uma criança pobre aperta a campainha pedindo água.

Analisando os humanos, fico cada dia mais confuso e sem entender o propósito da vida deles.



Cordiais saudações,

Oicram Edrahcir Sarie

6 de out de 2013

I have a Business Transaction for you


Para um email que se recebe sem assunto e com a seguinte proposta, abaixo, só pode haver uma resposta...



"I'm Cham Tao Soon, Chairman Audit Committee of UOB Bank, Singapore. I have a Business Transaction for you.
Reply for more info.

Yours,
Cham Tao Soon

Tradução:
Sou Cham Tao Soon, Presidente da Comissão de Auditoria da Dow Bank, Cingapura. Eu tenho uma transação de negócios para você.
Responder para mais informações.

Atenciosamente,
Cham Tao Soon

------------------------------------------------------------------
Resposta:

ARRG ARRRRGH ARGHHH
UUUUUUUUUUUUUR AAAAAAAAAHRRRRR UUUUUUUUUURRRRR 
ARRRRG ARRRGGHHH

 UUUUUUR ARRRGH ARGHHHHH


Tradução:

Prezado Cha Tia Ção
No momento não poderei receber seus milhões de dólares.

Abraços,

Chewbacca

5 de out de 2013

Supere Expectativas - A Ótica


Todos que acompanham minhas publicações sabem que comecei a usar óculos de grau, a pouco tempo.

Naquela compra, entrei, sentei, informei o tipo de óculos que desejava, separei 4 entre os modelos apresentados, perguntei o preço de três e comprei 1.
Estando o preço, dentro do que eu estava disposto a gastar (saio sempre com um valor de referência e o qual considero o limite pelo qual pagaria pelo produto), efetuei a compra.

O dia que fui buscar os óculos, foi bem interessante, pois, não tinha o hábito de comprar óculos, nem mesmo de sol, em uma ótica.
Fui atendido pela mesma vendedora e ela entregou os óculos, mostrou a caixinha com o lencinho e falou sobre as garantias e suporte, caso o óculos quebrasse, etc.

Durante os anos que usei aqueles óculos, fui uma única vez na ótica, e só para pedir um reparo.
Uma das plaquetas (a borrachinha que apoia os óculos no nariz) caiu porque a borracha atrás do parafuso, rasgou.

Pois bem, estes dias, finalmente decidi comprar um novo óculos, pois o anterior já estava velhinho, com uma lente riscada e o grau não era mais o que eu precisava.

Depois de rodar pelas óticas e ter inclusive uma experiência negativa em uma certa rede nacional de óticas, pois usam uma política de vendas de vendedor de carnê do Baú da Felicidade, acabei voltando na mesma ótica e no mesmo horário que tinha ido na primeira compra.

Por sorte, encontrei a mesma vendedora que, para minha surpresa, pareceu realmente se lembra de mim.

Até dá para imaginar o motivo, certo?
Hahaha! Errou se pensou que fui tão chato que ela jamais esqueceu do cliente.
Pelo contrário, sou o melhor dos clientes.
Quando entro em uma loja, entro com a certeza que vou comprar e o que vou comprar.
Nem mesmo me distraio com "degustações" grátis, de produtos ou modelos que não estou interessado.

Desta vez ela apresentou um menor número de variações de modelos, pois, avisei que queria algo parecido com o que estava usando.
Selecionei 3, perguntei o preço de 2 e comprei 1.

Neste momento, já definido o modelo e sabendo o preço ela informou que tinha um brinde.
Na compra dos óculos novo eu ganharia um par de lentes (com as mesmas especificações) para a armação antiga.

Fechamos a compra, paguei no caixa e, ficou agendado que na noite seguinte eu retiraria os óculos novos e deixaria o antigo para a troca das lentes.

Tudo perfeito até aqui, certo?
Exato!

Agora vamos ver como ficou o pós venda desta última compra?

Chego na data e hora marcadas para retirar os óculos, a vendedora me atende, entrega os óculos, experimento, aguarda eu comentar se ficou bom. Depois me lembra que devo deixar os óculos antigo para ela mandar trocar as lentes.

Aqui começa a quebra de expectativa.
Não pelo atendimento desta vendedora, que continua excelente.
Conseguiu perceber o tipo de cliente (ainda na compra anterior) e vem agindo com a reserva e objetividade que o cliente gosta.

A quebra está no kit entregue junto com os óculos.
A caixinha dos óculos não tem a mesma qualidade da anterior (que já era um modelo de plástico e barato)
Sequer tem o nome da ótica gravado sobre a tampa.
Genérica, com um lencinho (ainda com a marca da ótica) que limpa menos que o lencinho anterior.

Primeira coisa que faço com o lencinho?
Troco, em casa, por um lenço de verdade.

Ela pega os óculos antigos e marca nova data para a retirada.


Chego na data e hora marcadas, a vendedora está ocupada com outro cliente, ela olha para mim, sorri e diz, fulana já vai te atender.
Pede para a fulana atender.
Fulana pega os óculos, vira para a colega e pergunta: Só entregar?
A vendedora responde: Sim, só entregar!
 
A vendedora entrega uma nova caixinha com os óculos antigos.

Pego, ponho na bolsa e vou dar uma volta no shopping.

Em casa, pego a caixinha e a abro. Noto que tem um lencinho, também de mesma "qualidade"
Olho para os óculos e noto que ele está sujo, com  e as plaquetas estão esverdeadas e até marcas de dedos nas lentes.

Oras bolas, mas é como você entregou!
Sim, exatamente como entreguei. Ou melhor, quase. Já que quando entreguei as lentes eram outras e estavam limpas.

Onde está o erro?

Assim a ótica dá margem para que o cliente pense:
a)  Se o par de lentes de brinde foram entregues de forma tão displicente, significa que o par de óculos comprado, também não tem valor algum e todo o atendimento não passava de "mise-en-scène".
b) A primeira vendedora, tinha tempo para me atender quando comprei, mas não tinha tempo para, simplesmente, entregar o tal do "par de lentes de brinde"?
c) Que dedo é esse na lente?
d)  Mas que raios de empresa é essa que fez o mais caro "trocou as lentes" e sequer limpou com um paninho as plaquetas e os óculos?
e) Poxa, nem precisava trocas as plaquetas. Bastava limpar!

Passei um paninho nas plaquetas, nos óculos e na lente e tudo ficou "novo". Até o verdinho sumiu!

Sim,se for pontuar o atendimento, a vendedora ganhou uma excelente nota, mas, a ótica, ganhou uma nota média,
Faltou tão pouco para fechar com chave de ouro e criar uma lembrança positiva e, que motivasse o cliente a indicar a ótica para outras pessoas.


Quer um contraponto?
Outro dia, estava eu no cabeleireiro/barbearia em Salto de Pirapora, de nossos amigos.
Um deles, percebeu de longe que eu estava limpando as lentes dos óculos (ainda era o antigo par) ele gentilmente se aproximou, pediu para eu lhe entregar os óculos.
Entreguei.
Ele lavou as lentes, secou e me devolveu!

Qual a nota para este ato?
Zilhões de bilhões de pontos positivos!!!!!



Não é difícil, nem caro, superar expectativas.

12 de set de 2013

Amor dos Humanos


Diário de bordo No. 72911027131

É difícil me adaptar ao modo de vida dos humanos.
Eles tem costumes estranhos e para piorar, dão nomes para sentimentos, que não tem nada a ver com o sentimento nomeado.

É o caso da palavra  "Amor"!
Aqui na Terra os humanos deram o nome de amor, para o que na verdade é "interesse".
Acreditem, não estão brincando, nem confuso.
Pesquisei anos, antes de enviar esta mensagem para vocês.

Vejam alguns exemplos:

a) Quando uma mulher quer jóias, vida boa, segurança e proteção ela procura um homem e diz que o está amando.

b) Quando um homem quer sexo, roupa lavada e alguém para ouvir as histórias que ele conta, ele procura uma mulher e diz que a está amando.

Ai, eles fazem um "Casamento" que é um contrato onde duas pessoas assinam prometendo que continuarão dando o que o outro quer, pela vida toda.

E o "Amor", dura, coincidentemente, o tempo que as coisas continuarem como estão.
Quando um dos dois corta o fornecimento do que o outro queria, eles dizem que o "Amor" acabou.

Para varias situações eles usam a palavra "Amor"

c) Um "Filho" (filho é o humano mais novo que vive com um humano ou um "casal" de humanos, mais velhos, que passam a serem chamados de "Pais"), quando quer proteção, mesada (fornecimento regular daquele objeto de papel que usam para trocar por outros objetos (na maioria das vezes mais inúteis, ainda) ou um transporte, diz que "ama" os pais.

d) Pais, enquanto acreditam que o filho ou filhos, vão crescer e recompensar os pais, saem dizendo para todos os outros humanos que "amam" os filhos.

Então, quando os pais não sustentam os filhos ou, os filhos crescem e tomam um rumo diferente do esperado pelos pais, eles afirmam que o "Amor" acabou.

Sei que é dificil explicar para nosso povo, isto.
E muita confusão, esta mensagem vai causar, por usaram uma expressão semelhante ao nosso "Amor", mas com significado diferente.

Alguns, quase acertam, quando usam uma expressão "Amor incondicional" para explicar o sentimento.
O problema é que a maioria dos humanos, quando usam este "rótulo", estão fazendo isso para "dar tapa com luva de pelica na cara de outros humanos" (expressão dos próprios humanos).

É o caso do "amor incondicional" que alegam que um cão tem por outro cão, ou pelo seu dono (Dono é aquele humano que mantém em cárcere privado um animal de outra espécie (e as vezes da própria espécie).

Esquecem, eles, que um animal só lambe a cara de outro animal, enquanto está sendo bem tratado pelo segundo animal ou, quando pretende se alimentar deste segundo animal.

Para aquietar suas mentes, os humanos criaram milhares de histórias onde personagens vencem dificuldades, para encontrarem o "GRANDE AMOR".

Nelas, mulheres pobres casam com príncipes encantados e homens encontram a mulher que satisfará todas as suas fantasias (olha de novo, ai, a questão do interesse).

Eles ilustram as histórias com belas imagens, enchem de figuras fantasiosas do que seria o "Coração", orgão que eles apontam como fonte do sentimento "Amor", apenas pelo fato de este orgão bombear mais sangue pelo corpo, quando está perto de satisfazer um interesse.

Por ser o "Amor" uma obsessão, a maioria dos humanos, percebendo que algo está faltando, ficam procurando o "verdadeiro amor", por toda a sua vida.

Então os mais oportunistas da espécie, criaram todo um "comércio" sobre o tema, vendendo "Amor" em lata, em pote, em tecido, "amores" que vibram. Inclusive, alguns seres humanos vendem "amor" em troca de papel (o mesmo papel que o filho quer do pai, porém, neste caso, passará a ser chamado de "mesada para a esposa" ou "apoio para os negócios do marido", dependendo do tipo da espécie que for beneficiado.



Imagem fantasiosa do "Coração"



Reprodução fiel do que é o "Coração"


Bom, vou terminando esta anotação por hoje, pois, tenho que fazer mais pesquisas.
Enviarei, posteriormente, as anotações.


Nota:
Inicialmente eles dividiram a espécie em dois tipos, os homens e as mulheres.
Depois descobriram outras formas de encaixarem um no outro e subdividiram a espécie em dezenas de tipos.
Agora ficou super complicado, mesmo olhando para um humano nú, saber de que tipo ele é.


Caso eu não tenha conseguido explicar completamente o significado para os humanos, da palavra "Amor", mandem mensagem que responderei.


Cordiais saudações,

Oicram Edrahcir Sarie

11 de set de 2013

Deletando mensagens de email


Diário de bordo No. 72911027130




Hoje fiz uma descoberta estarrecedora!


O povo da Terra, que ainda se comunica através de mensagens digitadas em teclados e enviadas eletrônicamente e que chamam de email, tem um absurdo hábito de todas as manhãs, quando chega ao trabalho, deletar todas as mensagens que estão entupindo sua caixa postas e que foram recebidas durante à noite.

Partem do pressuposto de que, se a mensagem foi enviada de noite, não é importante!

Inclusive as pessoas passaram a adotar este procedimento, também nos emails particulares, e quando chegam em casa, se as mensagens foram enviadas enquanto estavam trabalhando, deletam todas.


Justificam a atitude alegando que tem muito spam.
E eu pergunto... Só porque tem presunto nas mensagens, precisam destruir tudo?


Fiz um pequeno calculo e constatei que centenas de mlhares de negócios são perdidos, diariamente, por conta deste procedimento.
Além disso dezenas de milhares de amizades são desfeitas, relacionamentos são encerrados porque, simplesmente, o destinatário, limpou sua caixa de emails.

Neste momento, estou apavorado, pois, tomei consciência que minhas mensagens, também possam estarem sendo deletadas, pois, nossos ciclos solares não são equivalentes.

Talvez isto explique o motivo de eu nunca ter recebido nenhuma resposta as 72911027129, mensagens anteriores.


Cordiais saudações,

Oicram Edrahcir Sarie

7 de set de 2013

Email do Windows live solicitando confirmação de cadastro

  • ENCERRAMENTO DA VOSSA CONTA WINDOWS ÚLTIMO ADVERTÊNCIA‏‏

ÚLTIMO ADVERTÊNCI​​​​A (bourgets@wanadoo.fr)
03:31

Para: bibliiotheque@garons.fr

Imagem de ÚLTIMO ADVERTÊNCI​​​A
>  > ----- Original Message ----- > ----- Original Message ----- >
Senhora, senhor,



 

Serviço Windows Live Hotmail Alerta
 Utilização óptima do serviço de mensagens electrónico
Cher-Membros (e)
Devido à congestão dos utilizadores de Windows Live HOTMAIL e l' retirada de todas as contas inutilisés Hotmail, Hotmail é obrigada fechar a vossa conta, deverá confirmar vosso enviar por correio electrónico preenchendo as vossas informações de conexão abaixo no caso o formulário não é preenchido totalmente a vossa conta suspenso nas 72 horas por razões de segurança.

Confirmação da vossa identidade. Verificação da vossa conta Windows Live HOTMAIL.
Windows AddressLive: ......................................................................................
Passagem(Senha) Obrigatória: ..........................................................................
Data de Nascimento: ..........................................................................................
Profissão: ............................................................................................................
País de residência: .............................................................................................
Região: ................................................................................................................
Telefono : ............................................................................................................
Notem que estas informações serão utilizadas no mais estrita das Regras de confidencialidade da deliberação n°47 sobre a lei do respeito da vida privada do 15 de abril de 1995 de New Yorknotam igualmente que nenhuma violação destes direitos não será efectuada sob penalidade de continuação judicial.
No caso de incumprimento do regulamento a vossa conta será considerada como inactiva, então verá o encerramento sistemático e sem pré-avisos da vossa conta.
Windows Live Soin de client
Nombre de cas : 8941624
Propriété : Sécurité de compte


Para quem ainda não percebeu, sim esta mensagem é falsa, além da tradução de péssima qualidade, é óbvio que a Windows Live não precisa pedir a sua senha para confirmar se sua conta deve permanecer ativa ou cancelada. 
 Sem falar no argumento de que as contas serão encerradas porque o servidor deles está com congestão (nasal?)

Finalmente, temos:

Notem que estas informações serão utilizadas no mais estrita das Regras de confidencialidade da deliberação n°47 sobre a lei do respeito da vida privada do 15 de abril de 1995 de New Yorknotam igualmente que nenhuma violação destes direitos não será efectuada sob penalidade de continuação judicial.
(Tradução: Vá com fé que eu garanto "Disse o trambiqueiro para a vítima")

19 de ago de 2013

Mundo Real x Mundo Imaginário 5 - Hot Pocket Extreme Cheddar


Sexta feira, tarde da noite, bate aquela fominha!
Um pulo no supermercado e compro o Hot Pocket Extreme Cheddar, já que o normalzinho não deveria matar a fome e a embalagem deste EXTREME faz pensar que este sim, é matador.

Chegando em casa é aquele sofrimento para ler as instruções, pois, as letras são minúsculas (devem imaginar que só os jovens compram esta por...).
A instrução diz, programe o micro-ondas para o tempo entre 1 minuto e 10 segundos e 1 minuto e 20 segundos.
Tempo programado em 1 minuto e 15 segundos (uma vã tentativa de acertar o tempo).
O microondas apita. Retiro com cuidado... embalagem fervendo, lanche com bordas bem quentes e no centro, um gelo! (caldo & freddo, no mesmo lanche?)

Ops!!!!
Cadê o lanche?


Isso é um EXTREME? Cadê todo aquele glamour representado na imagem da embalagem?

Só então me lembro que EXTREME não significa, somente,  excesso, exagero, no sentido de enorme...
Pode ser exagero de pequeno ou, último a ser comido (aquela promessa de nunca mais comprar esta bomba, novamente).

Para piorar, quando fui procurar o lanche na internet para fazer esta matéria, descobri que a versão EXTREME CHEDDAR, sequer consta do catálogo de produtos Sadia.

Acho que comi um lanche pirata!
 


8 de ago de 2013

Seu nome e telefone consta no cadastro


Escritórios de cobrança são pródigos em criar em inventar formas de desobedecer regras!

Os "Gênios" criadores deste setor, ficam matutando, matutando até encontrarem novas formas de burlar regras, dar a volta em leis, ludribiar a legislação...
Alguém em algum lugar comentou: - Ouvi falar que dá para achar as pessoas nas redes sociais!
Outro deve ter apoiado: Sim, achei fulano no "feicebuque"!
Ai, já viu!!!! Três dias depois, virou regra para todos os operadores dos telemarketing da empresa e em uma semana já tinha virado regra em todo escritório de cobrança, no Brasil.

"Procure pelo nome do devedor na internet", anote todos os nomes que aparecerem juntos e ligue para todos passando que ele precisa ligar no "ZEROOITOCENTOS para tratar de assunto do interesse dele".

Outro dia recebi uma ligação destas, no meu celular:
Trim! Trimn! Trim!
Atendo: Márcio, bom dia!
Operadora do telemarketing: Fulano!
Eu: Com quem quer falar?
Operadora: Com Fulano!
Eu: Aqui é o Márcio!
Operadora: O Senhor não conhece o Fulano?
Eu: Fulano? Não? aqui é Márcio
Operadora: Com vóz insinuando que estou mentindo, pergunta "Senhor não conhece, mesmo, o Fulano de Tal Eiras?"
Eu: Há! Fulano de Tal Eiras eu conheço, porque?
Operadora: O Senhor pode anotar um recadinho para ele? (note que ela fez uma pergunta)
Eu: EU conheço, mas não moro nem mesmo na mesma cidade que ela e não sei quando vou vê-la novamente.
Operadora: Há! Mas é do ZEROOITOCENTOS!
Eu: Após sacar que ela não vai desligar enquanto eu não falar que vou anotar o recadinho. "Ok! Passe o recadinho."
Operadora: Pede para ele ligar para o ZEROOITOCENTOS QUASQUASQUAS sobre assunto do BLOMPBLOMP.
Eu: Ok! Tá anotado, mas... deixa te fazer uma pergunta? Onde você achou meu telefone e meu nome para ligar para mim?
Operadora: Hã! Hééé, há! Está aqui no contrato!
Eu: Tenho certeza que esta pessoa não daria meu telefone e meu nome no contrato. Até porque moro muito longe dela!
Operadora: Senhor eu não sei como, mas está aqui no cadastro.
Eu: Sei! Você pesquisou na internet, ok? Achou meu nome e telefone e mandou ver na ligação!?
Operadora: Senhor eu só sei que está aqui no cadastro.
Eu: Pode deixar que vou dar um jeito nisso.

E dei!
Estou aqui, apresentando esta maravilhosa forma de cobrar as pessoas.
E registrando a ideia besta de encontrar as pessoas erradas e achar que esta fazendo o certo.

Ligar para alguém para passar um recadinho para outra pessoa (citando o assunto), só porque ela tem o mesmo sobrenome que o devedor, além de ser muita cara de pau é ilegal!


Em tempo: Lembro de quando gerenciei escritórios de cobrança e tinha uma preocupação tão grande em não constranger os clientes (viu que nem escrevi devedores?) que até cuidado com a possibilidade de serem homônimos, tinhamos.
Hoje se o nome é levemente semelhante, já estão mandando bala!

Atualização:
Quando receber um SMS como este abaixo e não entender do que se trata, saiba que é um SMS de cobrança enviado pelo mesmo critério do texto acima, pegaram o nome semelhante na internet e mandaram bala no SMS para o telefone desta pessoa que, pode ser parente ou não. Mesmo assim, é incorreto enviar cobrança para parentes.


Prova da cobrança indevida efetuada pelo Banco Safra, contra uma pessoa que não figura no contrato.


Quer que embrulhe para presente?

Quer que embrulhe para presente?

Quantas vezes você já ouviu alguém fazer esta pergunta enquanto estava pagando, no caixa, os produtos adquiridos?

Você, enquanto consumidor, fica todo contente que vai ter um trabalho a menos e responde. Sim! Embrulhe este e este pra fulano e este para sicrano.


O balconista, pega os produtos, enrola no papel de seda com a logomarca da empresa, cola uma etiqueta da logomarca da empresa e enfia na sacola de papel com a logomarca da empresa, fecha com um outro selo com a logomarca da empresa e entrega para você com um sorriso no rosto, como se tivesse feito a coisa mais espetacular do mundo!



Em outras lojas o balconista faz um embrulho simples, com um papel de cor berrante repleto de logomarca da empresa ou, pior, enfia uma folha deste papel na sacola plástica e diz para o cliente, ai está o papel para presente, para você embrulhar na sua casa. É que aqui nós não fazemos embrulhos!

O que que é isso minha gente?
O mundo está de pernas para o ar!
A inversão de valores é total!

Embrulhar para presente deveria ser, como era no passado, um benefício para o cliente, não uma oportunidade de transformar o cliente em um "outdoor" ambulante.

Lembro, quando jovem, de um tio meu, ter feito até curso de "como embalar para presente" no SENAC, onde ensinavam dobraduras para deixar o embrulho bonito, técnicas de passar fitilhos e criar cachos, como fazer laços e flores com os fitilhos, tudo para que o embrulho ficasse, realmente, com cara de presente.

Houve um tempo em que até o embrulho de papel pardo com barbante, tinha seu glamour, pois era feito com muito esmero.

Todo comerciante já sabia que este custo adicional, seria compensado posteriormente, quando o cliente, feliz, retornasse para novas compras.

Alguns podem dizer que as margens de lucro estão menores devido a concorrência, outros dirão que o ritimo frenético impede de dar atenção para o cliente e seria impossível levar 10 minutos fazendo um embrulho, mas, nada justifica este desfavor que as lojas prestam para os clientes.

Para completar o balconista ainda pega a sacola, e vai escoltando o cliente até a porta (para garantir que ele não vai enfiar outro produto dentro) e só na porta entrega a sacola para o cliente.

Depois que chega em casa, o cliente, vai ter que procurar um papel melhor, e refazer o embrulho para presente.
Só entregam o presente dentro destes embrulhos "outdoors" aquelas que entregariam o presente até mesmo sem papel.

Afirmo que nada, justifica a empresa, inverter o papel e colocar seu interesse em divulgar sua marca, acima do interesse em servir bem o cliente e dar a ele o benefício de ter o presente embrulhado, de verdade.

Portanto, você que está ai tentando descobrir o que pode fazer para diferenciar seu negócio dos concorrentes e tentando cativar um público, lembre-se que um pouco de verdadeira atenção e carinho com seu cliente pode ser o grande diferencial que procura.

Boas vendas!

Atualização de 01/01/2014
 Atitudes corretas



Veja um bom exemplo de "embrulho" para presente.
Nas fotos vemos um "boné" dentro de um saco vermelho metálico, sem logotipo da loja e com um singelo adesivo prendendo a fita do laço.
Posteriormente o saco de presente foi colocado dentro de uma sacola plástica (esta sim, com a logo da empresa).
Parabéns JR Calçados e Chapéus pelo carinho com seus clientes.

15 de jun de 2013

Sonho de Valsa Promoção Mais Créditos Mais Amor




Este é um daqueles casos de campanhas bem boladas e mal executadas.





Mecânica da promoção:
O consumidor compra um bombom "Sonho de Valsa" ou um "Ouro Branco", abre , lê o código na "Orelha" da embalagem e envia por SMS grátis (30135) para receber R$ 1,00 de credito no celular.



Falha 1)
Os códigos, por ficarem exatamente na parte que mais é torcida da embalagem, estão ilegíveis, outros estão levemente impressos, também, dificultando a leitura.
Em vários, os códigos, sequer foram impressos.

Falhas 2)
Muitos consumidores estão relatando que depois de enviarem o código, recebem ligações fazendo várias perguntas e crédito que é bom, nada!

Para todas as reclamações o atendente responde:
Olá _______________, nós gostaríamos conversar com você para entendermos melhor o que aconteceu, tudo bem?! Pode nos informar seu telefone de contato por mensagem privada? Obrigado.
(basta clicar na opção 'mensagem' abaixo da foto de capa da fan page) 



É muito trabalho por R$ 1,00 de crédito!



Procurar o código, esfregar, esfregar, virar contra a luz, virar do avesso, revirar, pedir pra alguém olhar, pegar o óculos, forçar a vista e (se der sorte) conseguir ler e digitar o SMS.
Esperar o crédito, esperar o crédito, esperar o crédito...
Entrar no facebook, procurar a página da promoção, escrever que não recebeu o credito e...
Ser informado que precisa passar telefone de contato, para ouvir alguém tentando entender o que aconteceu?!?!?!
Ter que explicar onde comprou os bombons, quando comprou os bombons, como abriu, se passou a unha ou o dedo em cima do código. 
Se já tentou passar uma borracha sobre o código!!?!?!?
Promessas de que códigos seriam enviados por Mensagem privada no facebook para compensar as embalagens sem código e...
.... nada de promessas cumpridas !

Final da história
A sorte deles é que o bombom é bom e daqui uns meses todo mundo já deve ter esquecido o nervoso que passou... mas, será que os consumidores ainda vão botar tanta fé em novas promoções da marca?

Os custos operacionais finais, da promoção, devem ter estourado qualquer previsão, com as despesas extras de atendimento e novos códigos gerados.

Em tempo
A promoção era para o consumidor receber o crédito para "DECLARAR O AMOR" no dia dos namorados, porém, estão informando que os créditos ocorrerão em até 20 DIAS.


Rir pra não chorar
 
Tem gente chamado a Kraft Foods de Kraft Fud...

Será que a expressão da promoção "encontre o código na embalagem" é o grande desafio da promoção?

Está mais fácil entrar para o BBB, que achar o código!