25 de ago de 2010

Principais Causas dos Créditos Problemáticos

INCONSISTÊNCIA DAS INFORMAÇÕES
As informações cadastrais deveriam estar corretas e conferidas de forma a permitir uma avaliação completa das atuais condições do cliente.

NÃO VERIFICAÇÃO DAS REFERÊNCIAS
Todas as referências (outros bancos, pessoais, cartões de crédito, etc.) deveriam ser verificadas. Informações importantes que permaneciam ocultas, poderão surgir nessas verificações e subsidiar o executivo com novos dados para melhor decidir o pedido de empréstimo.

RENDA E PATRIMÔNIO INCOMPATÍVEIS AO CRÉDITO
Dois fatores de grande importância e que não poderiam ser esquecidos na avaliação. A renda mensal em créditos Pessoa Física é a principal fonte de recursos para liquidação da operação. Embora o patrimônio (imóveis, veículos, outros bens, etc.), não se constitua de valor disponível para pagamento da operação, o mesmo deverá ser considerado como garantia "Adicional" ao crédito, e para tanto deverá estar devidamente comprovado.

PRODUTOS / PRAZOS / VALORES INCOMPATÍVEIS AO CLIENTE
Toda operação de crédito deveria estar enquadrada às características e condições financeiras do cliente. Produtos, valores e prazos inadequados às suas condições, podem provocar o não pagamento da operação e consequentemente a necessidade de uma restruturação posterior, o que pode se transformar num processo desgastante: para o cliente e principalmente para o Banco.

FORMALIZAÇÃO INCORRETA
A formalização das operações é um aspecto importantíssimo no processo de crédito. Assinaturas indevidas, em locais inadequados, assinaturas carbonadas, a ausência de testemunhas, rasuras, garantias discriminadas incorretamente, podem ser questionados juridicamente e inviabilizar o recebimento da operação caso o cliente se torne insolvente. No momento da formalização, é importante estar de posse de todos os documentos necessários e prepará los convenientemente, de modo a permitir ao Banco possibilidades de recuperar o empréstimo judicialmente, caso haja necessidade. Os créditos que não são pagos no vencimento, ou pior, que deixam de ser efetuados, podem ocasionar inúmeros transtornos como também prejuízos incalculáveis ao Banco.