30 de jul de 2010

Calorosa recepção

O que você pensaria ao entrar em um cinema e o "bilheteiro" viesse te receber com um enorme sorriso nos lábios dizendo;
"Foi um prazer recebê-lo!"

Estranho não?
No mínimo você ia pensar que ele quer que você suma dali, já que o ingresso já está pago, a empresa já faturou sua "graninha" e o salário dele está garantido.

Então, porque raios de "genial ideia" alguém programa a registradora para imprimir no ingresso, que o cliente acaba de comprar, esta mensagem:
"FOI UM PRAZER RECEBE-LOS"
Ainda por cima, escrita toda em letras maiúsculas (grito) e no plural, sendo que o ingresso é unitário?
(confira na imagem do post)

Talvez seja uma mensagem para fazer você ir embora de corpo e alma?

28 de jul de 2010

Não brinque com tradições seculares


Tenha muito cuidado quando for usar em seus negócios, algo que já está na cultura de um povo a muitos séculos.
Não deturpe os seus significados, adequando-os exclusivamente aos interessas da sua empresa.


É o que foi feito com os seculares "Biscoitos da sorte" que vinham de "brinde" junto com os pedidos feitos à rede "China in Box".


Tentando pegar carona na onda das promoções via "SMS" e ganhar uma grana extra com isso, a rede decidiu que os tradicionais "biscoitos da sorte" não mais trouxessem dentro deles mensagens de sorte e sim, uma mensagem para que o consumidor, gaste seu "dinheiro" participando de uma promoção!




Imagine a cara dos consumidores, ao terminar a refeição, abrir o biscoito esperando uma das divertidas e misticas mensagens de boa sorte e encontrar dentro dele um código e uma instrução para ele gastar seus créditos de SMS do celular?



O que deveria ser:
   
Uma Breve História do Biscoito da Sorte
A história do biscoito da sorte surpreendentemente inicia-se oitocentos anos atrás com a figura de Genghis Khan, grande guerreiro mongol que ao estender as fronteiras de seu Império por toda Ásia chegou a dominar grande parte da China. Esse domínio fez-se por mais de um século, até quando, mediante o enfraquecimento de seu dominador, o povo chinês iniciou sua luta pela liberdade.
Durante anos batalhas foram travadas. Sentindo próxima a vitória, os chineses elaboraram a estratégia do ataque que finalmente os levaria à reconquista de seu território. Esta foi magnificamente planejada mas ainda restava uma questão: como transmití-la aos inúmeros exércitos espalhados por outros inúmeros fronts sem que esta caísse em domínio dos terríveis mongóis?
Por Dentro da Solução
Havia na época um doce chamado de "bolo da lua" cujo sabor era detestado pelos mongóis. Valendo-se disso, os chineses colocaram os planos dentro desses bolos que foram enviados a todos generais.
Através dessa ação o povo chinês reconquistou sua autonomia, dando início à dinastia Ming (aquela mesmo, famosa por sua porcelana) e, para comemorar tal feito, anualmente os chineses passaram a trocar mensagens de felicitação da mesma forma em que as mensagens secretas foram enviadas, dentro do que pode ser chamado de "bolinhos da vitória".
Fonte: www.hakuna.com.br (Fornecedora dos biscoitos tanto os antigos com frases, como os atuais com a promoção).


Exemplo de frases que deveriam estar nos biscoitos:
  1. O futuro à Deus pertence
  2. Serás próspero se guardares para o futuro
  3. A vida trará coisas boas se tiveres paciência.
  4. O cão não ladra por valentia, mas sim por medo.
  5. Terás boa fortuna se olhares para o futuro com cautela.
  6. Farás boa figura se não aparentares ser mais do que és.
  7. Demonstre amor e alegria em todas as oportunidades e verás que a paz nasce dentro de você.
  8. Não compense na ira o que lhe falta na razão.
  9. Defeitos e virtudes são apenas dois lados da mesma moeda.
  10. A maior de todas as torres começa no solo.
  11. Não há que ser forte. Há que ser flexível

27 de jul de 2010

UNIBANCO O sonho acabou!



Hoje, 27/07/2010, os clientes  do UNIBANCO começam a receber correspondências informando que suas agências passarão a ser identificadas pela marca ITAÚ.
Quando João Theodoro Moreira Salles, começou a história do UNIBANCO, deve ter imaginado uma história infinita, perpétua e, mesmo quando ele já estava enfermo e retornava a Cambuí com sonhos de voltar a viver lá, o velho João  não deve ter imaginado o fim dos negócios da família.
Talvez nem mesmo Walther Moreira Salles tenha imaginado que um dia as empresas da família seriam vendidas e suas marcas trocadas por outra que durante muitos anos, tinha sido uma concorrente.

Para saber mais sobre a trajetória do UNIBANCO  que encerra a sua história aos 86 anos, leia o texto abaixo:

"A história oficial do UNIBANCO começa em 27 de setembro de 1924, quando uma carta patente do governo federal do Brasil autoriza o funcionamento da seção bancária da Casa Moreira Salles, uma das mais importantes lojas de comércio de Poços de Caldas, Minas Gerais,  fundada em 1918 por João Theodoro Moreira Salles ( 1890 - 02/03/1968)", tendo este começado sua carreira comercial em em Cambuí-MG.
"A data de 27/09/1924 marca o início da trajetória de sucesso de 80 anos do Unibanco, que chegou a ser o terceiro maior grupo financeiro privado do Brasil.
Em 1931, a seção bancária da Casa Moreira Salles é transformada em uma instituição independente: a Casa Bancária Moreira Salles. A partir daí torna-se, durante uma década, financiadora de destaque de empreendimentos da região, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico local.
Com a prosperidade dos negócios, surge, em julho de 1940, o Banco Moreira Salles, resultado da fusão entre a Casa Bancária Moreira Salles, o Banco Machadense e a Casa Bancária de Botelhos. Começa a expansão das atividades e a expansão do Banco Moreira Salles, que deixa, então, de ser um banco regional do sul de Minas Gerais. São inauguradas as agências do Rio de Janeiro (então capital federal), em abril de 1941, e de São Paulo, em julho de 1942. Já em 1945, com cinco anos de trajetória, a instituição contava com uma rede de 34 unidades, entre matriz, sucursais e agências. Após 10 anos de atividade, no final de 1950, esse número sobe para 63. O Banco Moreira Salles ultrapassa suas barreiras geográficas e acompanha o processo de modernização, urbanização e industrialização característico do Brasil daquela época. Em 1964 o Banco dispunha de 191 agências.
Em 1966, o Banco Moreira Salles, junto com sócios como a Deltec, a Light and Power Co. e o grupo Azevedo Antunes cria o Banco de Investimento do Brasil (BIB). A criação do BIB decorreu da absorção de duas organizações com tradição no mercado de ações no país: a Deltec e o Ibec (International Basic Economy Corporation, do grupo Rockefeller). A partir daí o Grupo Moreira Salles se destaca por uma característica que iria permear seus negócios no decorrer do tempo: aliar-se à excelência e à experiência já existentes, atraindo talentos. Nomes como Roberto Teixeira da Costa, Tomas Tomislav Antonin Zinner, Gabriel Jorge Ferreira, Roberto Konder Bornhausen e Israel Vainboim juntaram-se ao grupo com a formação do BIB e iriam comandar a trajetória de sucesso do Unibanco nos anos seguintes.
Quando, certa vez, foi pedido ao embaixador Walther Moreira Salles para que definisse o segredo de seu sucesso empresarial, sua resposta foi: "Só há um segredo. Saber escolher as pessoas". Não há dúvida de que um dos motivos do sucesso do Grupo Moreira Salles e do Unibanco foi o fator humano. O êxito da Instituição também foi fruto de diversas associações duradouras, muitas delas com parceiros estrangeiros que contribuíram, desde cedo, para que se tivesse uma perspectiva global de negócios e uma atuação constante no mercado internacional. Alguns desses sócios vieram com o BIB nos anos que se seguiram: o Commerzbank AG em 1968, o Crédit Suisse em 1969, o Dai-Ichi Kangyo Bank em 1972, o Philadelphia International Investment Corporation, o Harris Bankcorp, Inc. e o White Weld em 1973. As parcerias internacionais passariam a ser um dos grandes diferenciais do Grupo Moreira Salles.
Em maio de 1967, o Banco se funde com o Agrimer, Banco Agrícola Mercantil, e surge a sua nova denominação: União de Bancos Brasileiros S.A. (UBB). A UBB nasceu com 8.570 funcionários, 333 agências (a maior rede do Brasil naquela época) e mais de 1 milhão de correntistas, distribuídos em nove estados além do Distrito Federal. Dois anos depois estava no segundo lugar no ranking de bancos comerciais privados do Brasil.
Em 1970, há a segunda grande incorporação, com a absorção do Banco Predial do Estado do Rio de Janeiro. Com ela, um novo perfil institucional é instaurado: a popularização como banco de varejo. O encontro da sofisticação financeira do BIB com essa nova cultura aconteceria sem nenhum desgaste, mudando de forma permanente o futuro da União de Bancos Brasileiros.
Pouco depois, em 1972, outro fato importante ocorre: a UBB assume o controle do BIB comprando as participações da Deltec (20%) e do Ibec (19%). Criam-se, então, as condições para que seja constituída uma única diretoria - da qual Roberto Konder Bornhausen seria nomeado principal executivo em 1973 - para comandar um grupo financeiro integrado e coeso.
Para ilustrar essa integração e facilitar a visão de todas as empresas como um grupo assim como a sua comunicação com o público, as 15 empresas passam a ter uma só denominação a partir de 1975: Unibanco. Chega ao mercado o nome que nos últimos 30 anos tornou-se sinônimo de tradição, experiência, excelência em produtos e serviços, compromisso com clientes, crescimento e transparência.
Em 1976, sob a presidência do embaixador Walther Moreira Salles (28/05/1912 - 27/02/2001), o conselho de administração é constituído e são lançadas as bases da governança corporativa do Unibanco. Concomitantemente, Roberto Konder Bornhausen assume a presidência da diretoria executiva, cargo que ocupa até 1988, quando passa à vice-presidência do conselho do Unibanco. De 1988 a 1992 a presidência do Unibanco é ocupada por Israel Vainboim, executivo proveniente do antigo BIB. Em 1992 Tomas Tomislav Antonin Zinner, outro ex-integrante do BIB, é nomeado presidente, cargo que ocupa até 1998.
Em 1983 uma associação muda o perfil do setor de seguros no Brasil: a Unibanco Seguradora (12a do ranking àquela época) junta-se à Sul América, líder do setor, por meio de uma troca de participações. Nasce a Sul América Unibanco Seguradora, contando com toda a rede do Unibanco para consolidar sua liderança.
No mesmo ano, em Curitiba, as três primeiras unidades do Banco 24 Horas são abertas ao público. Nelas o cliente podia realizar saques, depósitos ou consultar dados a qualquer hora. No Brasil, o 24 Horas Unibanco foi pioneiro em seu gênero.
Oito anos depois, em 1991, nasce o Banco 30 Horas, marca de sucesso incontestável do Unibanco. O novo serviço tornava o Unibanco disponível a seus clientes por 30 horas: seis na agência e outras 24 ao alcance do telefone. Hoje o serviço conta com diversos canais alternativos, como internet, celular, fax, entre outros. A inovação configura um canal de atendimento ininterrupto e de alto valor agregado para o cliente.
Também em 1991, o embaixador Walther Moreira Salles retira-se da presidência do conselho de administração do Unibanco, após 60 anos de trabalho, para ocupar o posto de presidente de honra do conselho, passando a cuidar das atividades culturais do Conglomerado. Nessa ocasião, durante seu discurso de despedida, o embaixador resumiu a forma de atuar do Unibanco, como também um de seus princípios éticos: "Somos pessoas que atendem pessoas. Por maiores que sejam os recursos tecnológicos à disposição de um banco, ainda assim, ao final de cada comutação eletrônica permanecerá a circunstância simples, irredutível, de pessoas servindo pessoas".
Foi ainda pensando em pessoas e no desenvolvimento cultural do Brasil que em 1991 nasceu o Instituto Moreira Salles (IMS), destinado à promoção e ao desenvolvimento de programas culturais para o grande público. O IMS passaria a ser presidido pelo embaixador Walther Moreira Salles. Um ano após foi inaugurada a Casa da Cultura de Poços de Caldas, cidade onde tivera origem a Casa Bancária Moreira Salles. Momento de retorno às raízes, mas também de início de uma década de crescimento, que levaria o Unibanco para o atual patamar de mais de 18 milhões de clientes.
Em 1993, inaugura-se um novo Centro de Processamento de Dados, aumentando em 40% a capacidade de processamento do Unibanco. O investimento realizado pelo banco nessa ampliação lhe garantia o compromisso com a crescente qualidade de seus serviços e já antevia o crescimento substancial que ocorreria em suas operações.
Um dos fatores que contribuíram para tal crescimento foi a aquisição, em 1995, do Banco Nacional S.A., operação sem precedentes no mercado brasileiro. Com ela o Unibanco passou a ter uma rede de 1.446 dependências no Brasil, cerca de 2,1 milhões de clientes e uma base de 1,4 milhão de portadores de cartão de crédito. A escala das atividades do Unibanco subiria para outro patamar.
Em 1996, o Unibanco adquire 50% da Fininvest, financeira com grande experiência no segmento de crédito direto ao consumidor e pertencente ao grupo Icatu. Em 1997 dois outros movimentos importantes ocorrem: o Unibanco lança suas ações na NYSE, tornando-se o primeiro banco brasileiro a negociar seus títulos na bolsa de Nova York e associa-se com o grupo financeiro AIG, American International Group."
É em 1997, também, que Pedro Moreira Salles assume a Presidência do Conselho de Administração do UNIBANCO.
"Com o aumento significativo do volume das suas operações e no intuito de buscar maior agilidade na tomada de decisões, com encurtamento da cadeia de comando, a estrutura organizacional do Unibanco passa a basear-se, a partir de 1998, em quatro pilares: Banco de Varejo, Banco de Atacado, Seguros e Asset Management. A revisão de processos administrativos e operacionais, que viria depois, proporcionou significativa redução de custos e conduziu o Unibanco a novos patamares de eficiência, preparando-o estrategicamente para a competitividade crescente do mercado financeiro nacional e internacional, às vésperas do novo milênio.
O ano de 2000 termina com marcas históricas para o Unibanco: 1.623 pontos de atendimento no Brasil, crescimento do lucro líquido no ano de 25% e aumento de 50% na base de clientes. Isso se deve em parte ao crescimento orgânico, mas também é resultado da aquisição do controle integral da Fininvest, do Credibanco e do Banco Bandeirantes. Com a compra do Bandeirantes, por meio de uma emissão de ações, o Unibanco passou a contar com um novo sócio estrangeiro: a Caixa Geral de Depósitos. O maior grupo financeiro de Portugal, que controlava o Bandeirantes, passou a deter 12,3% do capital total do Unibanco, integrando o bloco estratégico de acionistas estrangeiros junto com o alemão Commerzbank AG e o japonês Mizuho Financial Group.
Após a forte consolidação do mercado financeiro na última década do século XX, a estratégia passa a priorizar o crescimento orgânico, ganhos de escala e otimização da base de clientes. No final de 2000 o ContAtiva é lançado. O programa do Banco de Varejo possuía metas agressivas de abertura de contas em um prazo de três anos, e elas foram atingidas com quase um ano de antecedência.
O novo milênio começou com novas parcerias: com a Globex/Ponto Frio, por meio de seu banco InvestCred (atualmente PontoCred); com o Magazine Luiza, formando o LuizaCred. Nessas duas operações no segmento de crédito direto ao consumidor, o Unibanco detém 50% de participação e a gestão dos negócios. Na Fininvest, possui 100% de participação, desde dezembro de 2000. Juntas, as parcerias permitiram a ocupação de posição de destaque na oferta de produtos e serviços a um mercado com grau de bancarização inferior.
Em 2003, o Unibanco adquire a Creditec, consolidando ainda mais sua posição de liderança no segmento de crédito ao consumidor. Pedro Sampaio Malan, ex-presidente do Banco Central do Brasil e ex-ministro da Fazenda, é convidado a ocupar o posto de vice-presidente do conselho de administração. Pedro Bodin, ex-diretor de Política Monetária do Banco Central, principal executivo do Banco Icatu e um dos principais sócios do grupo Icatu, é eleito membro do conselho. Também nesse ano o Unibanco passa por importantes mudanças societárias: uma oferta de permuta dá o direito a todos os acionistas preferenciais de converter suas ações em Units (certificados de depósito de ações representativos de uma ação preferencial da Unibanco Holdings e uma ação preferencial do Unibanco); uma oferta global de dois grandes acionistas, o Mizuho, que vende toda a sua participação, e o Commerzbank, que disponibiliza uma parcela de sua participação, permite um aumento significativo de liquidez das ações do Unibanco no mercado brasileiro.
Não faltaram motivos para as comemorações dos 80 anos do Unibanco, em 2004. O ano começa com a compra do HiperCard, cartão de crédito private label e principal meio de pagamento das lojas Bompreço, aceito em mais de 70.000 estabelecimentos comerciais do Nordeste. O Unibanco também adquire as operações brasileiras do BNL, Banca Nazionale del Lavoro, e fecha importante parceria com o grupo Sonae para a criação de uma financeira. No quesito governança corporativa, mudanças significativas acontecem. Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, é convidado a participar do conselho de administração do Unibanco e Pedro Moreira Salles anuncia importantes mudanças estruturais. A presidência do conselho, até então nas mãos de Pedro Moreira Salles (21/10/1959 - ), que se torna presidente executivo, passa a ser exercida por Pedro Sampaio Malan, que já ocupava por um ano a vice-presidência do conselho do Unibanco. O organograma do Unibanco muda para buscar maior sinergia entre as áreas, com o fim da estrutura de pilares. Joaquim Francisco de Castro Neto, Fernando Sotelino, César Sizenando, Adalberto Schettert, entre outros dirigentes, após anos de dedicação e contribuição ao Unibanco, desligam-se de suas funções executivas. Castro Neto passa a pertencer ao grupo de conselheiros do banco.
É tempo de revisão e renovação. Renovação sempre marcada pelo pioneirismo: o Unibanco é o primeiro banco brasileiro a aderir aos Princípios do Equador, conjunto de medidas socioambientais utilizadas na avaliação e na concessão de crédito a projetos de infra-estrutura. Por fim, em 2004, após 33 anos de uma bem-sucedida parceria, o Unibanco vende sua participação na Credicard para seus outros dois sócios no negócio. "
Em 2004 este texto publicado no site do UNIBANCO, terminava concluindo:
"Olhando em retrospectiva, é fato que o Unibanco sempre soube valer-se das oportunidades que surgiram. Seu espírito associativo permitiu a conquista de espaço tanto como banco de investimento quanto como banco comercial. São 80 anos valorizando pessoas, diversificando talentos e negócios, investindo em tecnologia, relacionamento e produtos. São 80 anos de contínua renovação para formar, a cada passo, sempre um novo Unibanco."

Em 03/11/2008 o UNIBANCO e a Itausa anunciam a fusão de suas operações financeiras, com o seguinte comunicado:
"Os controladores da Itaúsa e da Unibanco Holdings comunicam ao mercado que assinaram nesta data contrato de associação visando à unificação das operações financeiras do Itaú e do Unibanco de modo a formar o maior conglomerado financeiro privado do Hemisfério Sul, cujo valor de mercado fará com que ele fique situado entre os 20 maiores do mundo. Trata-se de uma instituição financeira com a capacidade de competir no cenário internacional com os grandes bancos mundiais".
Também no comunicado as instituições informaram que a fusão é resultado de 15 meses de negociação e de "uma forte identidade de valores e visão convergente de futuro".
Segundo as duas instituições, o total de ativos combinado é de mais de R$ 575 bilhões --contra R$ 403,5 bilhões do Banco do Brasil, e R$ 348,4 bilhões do Bradesco, de acordo com dados de junho do Banco Central.
"Com a fusão dos dois bancos serão aproximadamente 4.800 agências e postos de atendimento (representando 18% da rede bancária) e 14,5 milhões de clientes de conta corrente (18% do mercado). Em volume de crédito, representará 19% do sistema brasileiro, e em total de depósitos, fundos e carteiras administradas atingirá 21%.
As operações de cartões de crédito passam a contemplar as empresas Itaucard, Unicard, Hipercard e Redecard.
No mercado de seguros, o novo grupo nasce com uma participação de 17% e de 24% em previdência. As operações Corporate (para empresas) vão somar mais de R$ 65 bilhões, com atendimento a mais de 2.000 grupos econômicos no Brasil, conforme os dois bancos, que também informaram que o negócio de Private Bank (gestão de grandes fortunas) será o maior da América Latina, com aproximadamente R$ 90 bilhões de ativos sob gestão."
Neste dia tornava-se público que o fim da história do UNIBANCO estava próximo.
Nesta empresa, trabalharam, tios, primos, minha esposa e eu, em tempos que ficaram na saudade!

25 de jul de 2010

Mundo Real x Mundo Imaginário 3

Columbia Burgers
Na imagem, uma perfeita harmonia entre, pão, salada, queijo, carne e complementos



No real, pão para a semana toda, carne (frango), queijo e... ta faltando algo?



Nesta segunda opção de lanche, o fenômeno se repete, deixando o lanche com sabor excessivo de pão e seco.

24 de jul de 2010

Carta ao presidente


O Chefe Seattle foi um dos últimos porta-vozes da ordem moral paleolítica.
Por volta de 1852, o governo dos Estados Unidos investigou a possibilidade de comprar terras indígenas para as pessoas que chegavam aos Estados Unidos, e o Chefe Seattle escreveu uma carta maravilhosa em resposta. Sua carta expressa realmente a moral de uma época. No entanto, ela é muito atual.


O Presidente em Washington nos informa que gostaria de comprar nossas terras. Mas como o senhor pode comprar ou vender o céu? A terra? A ideia nos é estranha. Se nós não possuímos o frescor do ar e o brilho da água, como se pode comprá-los?
Cada parte desta Terra é sagrada para meu povo. Cada folha brilhante do pinheiro, cada praia arenosa, cada névoa nos bosques escuros, cada prado, cada inseto ruidoso. Tudo é sagrado na memória e experiência de meu povo.
Conhecemos a seiva que corre através das árvores como conhecemos o sangue que corre através de nossas veias. Somos parte da Terra e ela é parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs. O urso, o veado, a grande águia, estes são nossos irmãos. As cristas rochosas, o orvalho nos prados, o calor do corpo do pônei e o homem, todos pertencem à mesma família.
A água brilhante que se move nas correntezas e rios não é apenas água, mas o sangue de nossos ancestrais. Se lhe vendermos nossa terra, o senhor deverá se lembrar de que é sagrada. Cada reflexo espectral nas águas claras dos lagos conta eventos e memórias na vida de meu povo. O murmúrio das águas é a voz do pai de meu pai.
Os rios são nossos irmãos. Eles satisfazem nossa sede. Eles levam nossas canoas e alimentam nossas crianças. Assim, deve-se dar aos rios a bondade que se daria a qualquer irmão.
Se lhe vendermos nossa terra, lembre-se de que o ar nos é precioso, que o ar partilha seu espírito com toda a vida que sustenta. O vento que deu ao nosso avô seu primeiro alento também recebe seu último suspiro. O vento também dá aos nossos filhos o espírito da vida. Assim, se lhe vendermos nossa terra, deve mantê-la separada e sagra¬da, como um lugar onde um homem possa ir para sentir o vento que é adoçado pelas flores do prado.
O senhor ensinará a seus filhos o que nós temos ensinado aos nossos filhos? Que a Terra é nossa mãe? O que acontece à Terra acontece a todos os filhos da Terra.
Isso nós sabemos: a Terra não pertence ao homem, o homem pertence à Terra. Todas as coisas estão ligadas como o sangue nos une a todos. O homem não teceu o tecido da vida, ele é meramente um filamento nela. O que for que ele fizer ao tecido, ele faz a si mesmo.
Uma coisa sabemos: nosso deus é também o seu deus. A terra é preciosa para ele e prejudicar a Terra é uma grande ofensa a seu criador.
Seu destino é um mistério para nós. O que acontecerá quando os búfalos forem todos abatidos? Os cavalos selvagens domesticados? O que acontecerá quando os cantos secretos das florestas estiverem pesadas com o cheiro de muitos homens e a visão de colinas for manchada por fios elétricos? Onde estará a mata? Terá se acabado! Onde estará a águia? Terá perecido! E o que é dizer adeus ao ágil pônei e à caçada? O fim de viver e o começo de sobreviver.
Quando o último Homem Vermelho tiver desaparecido com a vida selvagem e sua memória for somente a sombra de uma nuvem se movendo através da campina, estas praias e florestas ainda estarão lá? Restará algum dos espíritos de meu povo?
Amamos esta Terra como um recém-nascido ama a batida do coração de sua mãe. Assim, se lhe vendermos nossa terra, ame-a como nós a temos amado. Cuide dela como nós a temos cuidado. Tenha em mente a lembrança da terra de como quando a recebeu. Preserve a terra para todas as crianças e a ame, como Deus nos ama a todos.
Como somos parte da Terra, vocês também são parte da terra. Esta Terra nos é preciosa. É também preciosa para vocês.
Uma coisa sabemos: há apenas um Deus. Nenhum homem, seja ele Homem Vermelho ou Homem Branco, pode ficar separado. Somos irmãos, afinal.




Este artigo foi extraído do livro The Power of Myth (O poder do mito) de Joseph Campbell e publicado na Edição de Junho/90 do Jornal Real*, página 16)
* O Jornal Real era uma publicação interna do Banco Real para os funcionários, trazia fotos de festas, eventos, reportagens úteis, entretenimento e cultura.

23 de jul de 2010

Loba Arrastão a meia Lupo Italo Brasileira

CÓDIGO 5097-01

Explica essa!

Como pode uma meia calça LUPO da linha LOBA arrastão, ao mesmo tempo, ser:



Importada da Itália (detalhe da frente da embalagem)

e

produzida no Brasil (detalhe do verso da embalagem)

18 de jul de 2010

Frases infelizes - 05

Essa versão deve ser uma loucura!


Solton deve ser o nome do novo purgante!
E eu rindo quando minha esposa fala "A melhor sociedade é a de um sócio só!"


Estou ansioso para ver a versão da campanha Pró Orkut e a Pró Facebook


Clique na imagem acima para entender melhor
Um encarte "aborta" vantagens?


Faltou informar o horário de funcionamento

17 de jul de 2010

Segurança disfarçado

Este senhor, trabalha disfarçado de segurança, dentro de um hipermercado de Sorocaba.
Ele é bem convincente... cheguei a acreditar que ele estava dormindo de verdade!

Obs.: O rosto foi alterado para preservar a identidade secreta dele.

16 de jul de 2010

Garrafa de Água


Já viram que a maioria das garrafinhas plásticas de água, dão um banho em nós, quando vamos abri-las?
Não seria bom, uma empresa desenvolver uma garrafinha que evitasse isso e aproveitar para lançar uma  campanha:
"Nossa água, dá um banho somente na sua sede!"

14 de jul de 2010

O Polvo Paul e os planos de Saúde no Brasil


Eu sempre quiz saber porque tinha que levar a requisição de exame (emitida pelo médico do plano de saúde), até o escritório central do plano, para ser aprovada.
Ficava mais intrigado ainda, para saber porque em determina Administradora a requisição ficava 24 horas na Admnistradora para ser aprovada ou não e, em outra Administradora a requisição fica algumas horas em algum canto secreto da empresa, para ser submetida a apreciação.
Investigando daqui, investigando dali, finalmente descobri que o polvo Paul é um antigo prestador de serviços destas Administradores.
Fica sob a responsabilidade dele, indicar qual requisição de exame deve ser aprovada!

12 de jul de 2010

11 de jul de 2010

Batata Sauté


Receita fácil de preparar e eficaz nos momento em que somos surpreendidos com visitas inesperadas.

É excelente acompanhamento para frutos do mar e carnes brancas.

Rendimento: 8 porções
Tempo de Preparo: 30min

Ingredientes:
10 batatas médias
1 xícara de chá de cebolinha e salsa picadinhas
2 colheres de manteiga de leite (cheias)
Sal e pimenta do reino (1/2 colher de café)
2 cebolas
6 dentes de alho

Modo de Fazer:
Descasque as batatas e corte-as em pedaços pequenos (mais ou menos cubos de 2 cm)
Cozinhe-as com 1 colher de café de sal (rasa)
Após cozidas ponha-as num escorredor até que saia toda água
Numa panela coloque a manteiga, o alho amassado e a cebola batidinha e complete o sal (se o da batata não tiver sido suficiente)
Deixe refogar até que a cebola fique macia
Desligue
Na hora de servir, torne a colocar a panela no fogo
Quando a manteiga (com os temperos) estiver quente (não muito)
Coloque as batatas e vá mexendo (com cuidado para não desmancharem), até que fiquem bem encorpadas da manteiga
Desligue, coloque a salsa e cebolinhas picadas, misture bem e sirva

* A apresentação e o sabor ficam melhores se optar por usar 20 batatas pequenas que deverão ser cozidas inteiras.

10 de jul de 2010

Eclips - O Filme


Cartaz exclusivo do Filme E´clips em primeira mão!

8 de jul de 2010

Frases infelizes em B.O.



Alguns erros notórios escritos por policiais em ocorrências:


"Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão,
vítima de gargalhada. Gargalhada no peito, no rosto e nas costas.
Segue anexo um gargalho de garrafa."

"O veículo, durante o acidente, teve amassamento no para-choques e nos para-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a galope."

"O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade incombatível com o local."

"Ocorreu um abarroamento de pessoas."

"Os conduzidos, além da algazarra, ainda xingavam a todos com palavra de baixo escalão."

"Demos cobertura à ambulância na condução de um débito mental até o PSM."

"O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois estava dando cavalo de Paulo na rua."

"Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter cometido um homicídio contra si mesmo."

No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: "...duas latas de cera ODD e uma lata de cera PPO."

"Formava uma língua de fogo que lavava a rua"

"O cidadão machucou o membro do rosto."

"O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na acusação e que não estava passando de bode respiratório."

"O sujeito estava vestido com uma calça Jeans e uma camisa destampada."

"...os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do uso de força anônima."

"O cadáver apresentava sinais de estar morto."

"Foi apreendido um quilo de lingüiça perfumada."

"Atendemos à solicitação do solicitante , que nos narrou que o autor praticava atentado violento ao pudor, pois exibia para os transeuntes os  "órgãos sanitários."

"Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da mesma, que de tão violento, soltou a tampa de seu nariz."

6 de jul de 2010

Frases infelizes em processos


No Brasil

 Frase que constava de uma petição de inventário em sorocaba, SP:
"...o de cujus deixou uma decuja e 4 decujinhos..."
________________________________________

No Exterior

 Advogado para a testemunha:
- Eu vou lhe fazer uma pergunta e a resposta deve ser oral, ok?
- Sim.
- Qual escola você frequentava?
- Oral...

 - Então você viveu nesta cidade toda sua vida?
- Ainda não...

 - Quanto tempo você tem de gravidez?
- Eu farei três meses em 8 de novembro.
- Então, aparentemente, a data da concepção foi 8 de agosto?
- Sim.
- E o que você fazia naquela data?

- Diga-me Sra. Johnson, qual o motivo do término de seu casamento?
- Morte.
- De qual dos cônjuges?

- Este foi o mesmo nariz que você quebrou quando era criança?

- Então Doutor, é verdade que quando uma pessoa morre durante o sono, de maneira calma e tranquila, não nota nada até a manhã seguinte?

 O advogado pergunta para a testemunha:
- E qual foi a ameaça que você recebeu?
A testemunha responde:
- Ele disse que iria me matar para eu não identificá-lo depois...
E o advogado completa:
- E ele lhe matou?.....

 - Foi você ou seu irmão que morreu na guerra?

 - O seu filho mais novo, aquele de 20 anos, qual a idade dele?

- Qual a distância dos carros no momento da colisão?

- Sr. Clark, recentemente o senhor fez uma viagem de lua de mel, não é verdade?
- Sim, estive na Europa...
- O senhor levou sua mulher?

________________________________________

Nas apólices de seguro

O que você vai ler a seguir são frase colhidas em formulários de companhias de seguro, nos quais os motoristas tentam descrever os detalhes de seus acidentes com os comentários mais breves possíveis.
Não houve correção para garantir a veracidade das declarações.
•    O pedestre não tinha idéia para onde ir, então eu atropelei.
•    Eu vi um velho mole, de cara triste, quando ele caiu do teto do meu carro.
•    A causa indireta do acidente foi um rapazinho num carrinho pequeno com uma boca enorme.
•    Eu tinha certeza que o velho não conseguiria chegar ao outro lado da estrada, então eu o atropelei.
•    Eu disse à polícia que não estava machucado, mas quando tirei o chapéu, percebi que tinha fraturado o crânio.
•    Eu fui atirado para fora do meu carro quando ele saiu da estrada. Mais tarde, fui encontrado numa vala por umas vacas perdidas.
•    Eu pensei que minha janela estava aberta, mas descobri que estava fechada quando botei a cabeça pra fora.
•    Eu bati contra um carro parado que vinha em direção contrária.
•    Um caminhão deu ré pelo meu pára-brisa, direto na cabeça da minha mulher.
•    Eu saí do acostamento, olhei para a cara da minha sogra e caí pela montanha abaixo.
•    O cara estava por tudo quanto era lado da estrada. Eu tive que desviar uma porção de vezes antes de atropelá-lo.
•    Eu vinha dirigindo já há 40 anos quando dormi no volante e sofri o acidente.
•    Um carro invisível veio não sei de onde, bateu no meu carro e desapareceu.
•    Meu carro estava estacionado legalmente, quando ele foi de ré no outro carro.
•    Eu estava a caminho do médico com um problema na traseira quando minha junta universal caiu, causando o acidente.
•    De volta para a casa eu entrei com meu carro na casa errada e bati numa árvore que não é minha.

2 de jul de 2010

Leis Absurdas


Texto de : Rafael Kenski
Há leis ridículas espalhadas pelas constituições e pelos códigos de países do mundo inteiro. Algumas delas são relíquias caducas que perderam o sentido há séculos mas ninguém lembrou de revogar. Outras são excentricidades de algum parlamentar esquisito que foram aprovadas sabe Deus como. Os Estados Unidos, com seu sistema federativo no qual os Estados e até os municípios têm bastante autonomia para fazer legislações próprias, é recordista absoluto em normas absurdas. Mas nenhum país do mundo escapa, nem mesmo a racional França, país que leva o Direito e os direitos muito a sério. Claro que o Brasil não seria exceção. Com vocês, as leis mais idiotas do mundo.

Obrigatório e proibido
A cidade de Miami, na Flórida, Estados Unidos, não sabe o que fazer com suas buzinas. Uma norma de 1967 estabelece que "nenhuma pessoa deve operar uma bicicleta que não esteja equipada com um sino ou equipamento capaz de produzir um sinal audível a pelo menos 100 pés (30 metros) de distância". Outra lei, de 1980, proíbe os ciclistas de utilizar esses mesmos equipamentos de alerta sonoro. Ou seja, lá todo mundo tem que ter buzina mas ninguém pode usar.

Salve suas baleias
Uma lei do Estado americano do Tennessee determina que é proibido praticar caça esportiva sobre qualquer veículo em movimento. O regulamento faz exceção para apenas um tipo de animal: as baleias. Detalhe: o Tennessee tem um litoral tão extenso quanto o de Minas Gerais – a praia mais próxima está a 500 quilômetros.

Pornô animal
Garantir a sobrevivência dos animais não basta: é preciso também defender o seu bem-estar. Em 1980, o Estado do Wyoming proibiu que se tirem fotografias de coelhos entre janeiro e abril sem uma licença oficial. Os zelosos legisladores queriam proteger a privacidade dos bichinhos em sua época de acasalamento. Já na cidade de Pacific Grove, na Califórnia, os deputados determinaram multas de até 500 dólares para pessoas que molestarem ou ameaçarem borboletas. Alguém aí sabe como se "ameaça" uma borboleta? E em Nova Orleans, Louisiana, é ilegal amarrar um jacaré a um hidrante.

Au-autoridades
Nos anos 60, o senador estadual do Alaska Bob Ziegler apresentou uma lei que proibia que cachorros civis imitassem cachorros policiais. Ou seja, cães comuns não poderiam andar nos locais reservados aos agentes caninos nem comer a mesma comida. Caso fosse aprovada, a lei poderia restringir até mesmo o direito de morder bandidos.

Vou roubar você amanhã
Para diminuir a violência crescente em seu território, o Estado de Washington formulou uma lei que obriga motoristas com intenções criminais a pararem nos limites da cidade, ligarem para o chefe de polícia e avisarem que estão chegando. O Estado do Texas foi ainda mais longe. Segundo uma lei feita pelo deputado Jim Kaster, os candidatos a criminosos precisam notificar suas futuras vítimas do crime que irão cometer com 24 horas de antecedência. O comunicado deve também informar à vítima que, em algumas circunstâncias, é permitido o uso de armas letais para se defender. Não há registro de nenhum criminoso que tenha seguido essa lei.

É proibido morrer
Em setembro de 1999, Jose Rubio, prefeito de Lanjaron, Espanha, proibiu a morte em seu município. O cemitério da cidade estava lotado e, enquanto a prefeitura procurava um terreno para construir outro, os 4 000 habitantes deveriam cuidar da saúde para não falecer. Os infratores teriam que responder por seus atos. Soa bizarro para nós brasileiros, mas, pasme, a idéia é familiar para os franceses. O prefeito de Le Lavandou, no sul da França, formulou uma lei idêntica depois que a assembléia vetou a construção de um novo local de descanso para os mortos.

E falam do Taleban
O Estado americano da Virgínia faz jus ao nome. Além de proibir por lei o sexo anal e o sexo oral – medidas que tornam o homossexualismo virtualmente ilegal –, a legislação veta qualquer outra posição sexual que não seja o "papai-e-mamãe". Também é proibido fazer cócegas em mulheres.

Vai entender...
A Suprema Corte de Apelações da França inventou neste ano o "direito de não nascer". Ele estabelece que uma pessoa nascida com uma deficiência grave tem o direito de ser recompensada caso sua mãe não tenha tido a chance de abortar. A regra é válida mesmo quando se considera que, caso não houvesse infração, a vítima nunca teria existido. Muitas associações de deficientes se revoltaram contra a decisão.

E os pontos na carteira?
O município de Chico, na Califórnia, formulou uma lei que determinava uma multa de 500 dólares para quem explodisse uma bomba nuclear em seu território. A medida, feita para conter o terrorismo, esqueceu de especificar quem sobraria para cobrar o dinheiro do infrator.

O proprietário pode
Em meados da década de 90, a dona de um restaurante no interior da França foi acusada de assédio sexual por dez empregados da sua cozinha. No tribunal, ela alegou que estava protegida por uma norma – datada da Idade Média – que autorizava os proprietários de terra a seduzir quem trabalhasse em seu terreno. Os juízes, depois de se assegurarem que a lei medieval jamais fora revogada, tiveram que inocentar a gulosa restaurantrice.

Leis de outro mundo
A cidade de Chateauneuf-du-Pape, França, famosa por seus vinhos, proibiu, em 1954, que discos voadores pousassem sobre suas vinícolas. Só sobre as vinícolas! Caso isso acontecesse, o "veículo" deveria ser imediatamente recolhido para um depósito. A medida, que obteve sucesso em afastar os OVNIs, foi revogada poucos anos depois. No Brasil, os alienígenas seriam mais bem-vindos. O munícipio de Barra do Garças, no Mato Grosso, criou, em 1995, uma área de 5 hectares destinada ao pouso de objetos voadores não-identificados.

Fonte: Revista Super Interessante

1 de jul de 2010

Multimilionário


Acabo de ganhar um Mini Cooper! Sim, é mais um desses prêmios mágicos que ganho através dos emails.
Confira na imagem acima.

Só este ano já recebi:
38 emails informando que eu ganhei na mega loteria dos Estados Unidos;
26 emails informando que eu ganhei na mega loteria inglesa;
04 emails informando que eu ganhei na mega loteria australiana;
43 emails de senhoras a beira da morte, me escolhendo para fazer sua mega doação;
12 emails da Proteste informando para eu resgatar meus brindes "inteiramente grátis" e
02 emails de financistas que embora tenham muito dinheiro e goste de emprestar grandes valores com juros baixíssimos, escreve porcamente a "língua portuguesa".

Somando todos esses prêmios que já ganhei, nunca mais precisarei trabalhar.
Se continuar deste jeito, nem vou precisar comprar um livro do tipo "Como ganhar na loteria"!
E vou ter que comprar o livro, "Como gastar seus 27 bilhões sem fazer força"

Abaixo, segue o último email que recebi e estou publicando aqui, para quem estiver precisando de grana, pois, estarei sem tempo para aceitar poder administrar mais essa "ninharia"!

-----------------------------------------------------------------------
Caro amigo,

Estou interessado em estabelecer e operar um negócio muito viável
como um meio de investimento no exterior. Eu não sei muito bem sobre a forma como isso é feito na sua
país, assim que eu preciso de você para me ajudar neste sentido.

Minha preferência é qualquer render bons lucros das empresas e gostaria muito de receber qualquer
idéias viáveis que você poderia vir acima com. Eu também preciso de você para me ajudar a procurar
imóveis como casas e terrenos para venda, como estou propondo para investir
a soma de dez milhões de dólares norte-americanos (USD $ 10.000.000,00) para isso. Eu não
saber se você pode e vai ser de grande ajuda para mim.

Para uma breve sobre a minha personalidade, meu nome é Alhaji Mustapha Kamaradin, um
Marroquino com base na Nigéria. Eu sou um homem de negócios aposentado formalmente em Petróleo e Gás
business.I am 62 anos de idade, casado com uma esposa e quatro filhos adoráveis.

Eu deixei o meu negócio porque não estava produzindo renda lucrativa. Tive
problemas tanto com a Autoridade da Nigéria só porque sou um
estrangeiro que eu acredito.

Minha necessidade desta proposta de negócio e para adquirir estas propriedades é muito
urgente como eu estou planejando sair do país com minha família
baixo para o seu país.
Eu quero que você também ajudar a encontrar uma boa casa, onde eu e minha família
vai viver dentro

(Mini Estate) Por favor, espero sua resposta boa e rápida para que
podemos avançar mais rapidamente.
Vou precisar do seu número de telefone e fax para facilitar a
comunicação com você meter eu sou incapaz de acessar meus e-mails.
NOTA: POR FAVOR ME único contato neste email: alhajimustaphak6@gmail.com

Telefone: +2348133801610

Atenciosamente,
Alhaji Kamaradin Mustapha.
EMAIL: alhajimustaphak6@gmail.com.


Obs.: Isto é um deboche! Caso queira entrar em contato com o golpista do e-mail, faça por sua própria conta e risco!

Atualização em 01/09/2010. Sou amigo do "Mr. Olusegun Aganga, Ministro das Finanças da República Federal da Nigéria"

Atualização em 14/10/2011. O "FBI", mandou uma correspondência para mim, informando que quase cai num golpe de uns bandidos Nigerianos, mas, eles detectaram que realmente tenho (65 milhões 700 mil dólares) para receber e está à minha disposição. Basta efetuar um pagamento de 450 dolares para receber um envelope com o meu cartão de banco com pequena bolada! 
Tá barato pra caramba! Vou logo pagar em dobro pela gentileza deles!!!!