29 de mai de 2009

Homenagem ao último pé de tabaco

Antes que escrever sobre o fumo (tabaco) seja considerado uma contravenção pena e antes que mostrar uma foto de fumo, seja considerado um crime hediondo, posto aqui um breve registro sobre o tabaco.
Afinal,a história de minha família está profundamente relacionada a comercialização do tabaco.

Todo o processo de produção começa com a escolha das sementes, dos melhores e mais produtivos pés de tabaco, quando as sementeiras estão secas, inicia-se o plantio, que originalmente era realizado diretamente no solo, e hoje, é realizado primeiro em viveiros e posteriormente transplantados os pés já com uma altura aproximada de 20cm.

Sementes quase no ponto de coleta.

As sementes do tabaco são minúsculas (10 mil a 30 mil sementes por grama).

Em condições apropriadas, elas germinam rapidamente.

A etapa seguinte é o crescimento, quando muito cuidado para evitar pragas e geadas são tomados.

Entre as variadas espécies de tabaco, temos as de flores brancas


e outras de flores rosas

Plantação de tabaco

mais uma foto de uma típica plantação de tabaco

Quando as folhas atingem as condições idéias, são colhidas e inicia-se o processo de cura.

Cura ao sol


Cura em galpão

Até este momento os processos são bastantes semelhantes, seja para a produção de tabaco para cachimbo, seja para a produção de cigarro de papel, de charutos e cigarrilhas ou mesmo para o fumo de corda (palheiro).

Após essa etapa, os processos se tornam distintos e agora vamos comentar somente o processo para a produção de fumo de corda ou fumo de rolo.

Todas as folhas são classificadas, de acordo com a sua posição no caule e suas características, que determinam assim, a sua melhor utilização.




Enrolando as folhas


Preparando para enrolar a corda


Fumo já enrolado e trançado para a secagem


Secando ao sol

Secando ao sol

Nesta etapa os rolos são periódicamente virados e girados, além de serem abrigados da chuva e frio.



Nesta fase os rolos de fumo estão prontos para a comercialização
Cada tipo de tabaco e cada região produtora dá origem a um determinado tipo de fumo,

conhecidos habitualmente pelo nome da região, como o Goianinho, o Arapiraca, o Passo Fundo, etc.

Outros, recebem os nomes de suas característica principais, como o amarelinho.



Rolos de fumo expostos no balcão de venda

São vendidos por grama, e cortados no momento da compra, ou previamente embalados em pequenas porções ou ainda, já desfiados.


Fumo sendo picado e desfiado


Mas não é nesse momento que o fumo pode ser apreciado, poís antes é necessário escolher a palha ideal ou o papel em que será enrolado.
Só então o cigarro de palha está pronto para ser aceso e apreciado, sem pressa entre uma prosa e outra, com os amigos.

Em minha infância, participei de todas as etapas da produção e comercialização do tabaco.
Inúmeras vezes fomos até as regiões produtores acompanhar o meu pai na escolha e negociação de compra dos melhores rolos.
Depois quando o tabaco chegava em casa, estocavamos os rolos das variadas marcas e até mesmo produziamos nossa variedade de sabor, com a aplicação de uma calda de caramelo e novo enrolamento, conforme os rolos iam secando e afrouxando.
Ora faziamos o fracionamento dos rolos e rolos menores, para a venda na região ou mesmo o fracionamento em porção para a venda.
Quando então estas frações eram embaladas e encarteladas.
Já na comercialização, participava, no atendimento do cliente no balcão da tabacaria da família.

Para saber mais:
http://br.geocities.com/poconet/economia.htm (sobre o cultivo do fumo em Poço Fundo -MG)

17 de mai de 2009

Frases infelizes - 03


Clique na imagem e leia o texto para entender a pergunta abaixo

Gostaria de saber como é possível matar uma pessoa 13 vezes?

Grande Carro


Fiz o "test drive"!
Andei pelo estacionamento com ele.
Notei que é muito leve e bom de manobras, não bati em nenhum outro estacionado.
Espaçoso, transporta com facilidade, tudo que eu consigo comprar.
Pelo que notei ele é de baixa manutenção.
Pronto, já decidi... se um dia eu for mendigar e viver nas ruas.... esse será meu grande carro!

Propaganda enganosa


Vi o anúncio na fachada da loja e atravessei a rua, entrei na loja e comecei a encher um carrinho de compras, cheguei no caixa e saquei da carteira R$ 1,00 e entreguei para a garota do caixa.
Acredita que ela não aceitou e insistiu que eu tinha que pagar mais????
Como o gerente éra mais teimoso que ela, deixei as bugigangas lá, peguei o R$ 1,00 de volta e sai.

Motivar equipe


Olhe atentamente a foto e me diga se as monitoras estão motivadas?
Qual é a falha?
Seleção?
Motivação?
Remuneração?
Fadiga?
Uma está desolada, a segunda estava mandando mensagem pelo sms e a terceira, ao fundo, embora não seja possível ver na foto o que está fazendo, eu vi, estava lixando as unhas.
Eu acredito que a economia que o proprietário fez cortando os custos de seleção, qualificação e motivação, acabaram não compensando o prejuízo de ter uma equipe nesse estado.

Já o palhaço na foto abaixo eu não conheci pessoalmente (sorte minha), mas, acho que ele não anima nenhuma criança. Brincar com ele, deve ser pior do que conhecer um papai noel com bafo de pinga, como eu conheci, um certo natal da minha infância!

Notebooks


Notebooks são a moda do momento!
Por um lado, muita gente quer ter um, afinal ocupam menos espaço (ideal para quem mora em casas pequenas), garantem mais sigilo e maior mobilidade.
Por outro lado, os notebooks estão com os preços cada vez menores e muito acessíveis, poís, até grandes redes de lojas populares já os oferecem em longo parcelamento.
As opções são inúmeras, e existem notebooks que chegam a ser vendido sob várias marcas.
Existem netbooks (notebooks pequeninos para acesso a internet), os subnotebooks (pequenos), os ultra finos como o Macbook Air, os para trabalho pesado como os da Dell, os para Gamers com telas enormes e placas de vídeo. Existe um notebook ideal para cada necessidade!
DJS e produtores gráficos preferem os Macbooks.
Exibidos, preferem os ACERs, com suas luzes chamativas.
Os chics preferem os Sony VAIOs.
Claro que também tenho um... e como o dono, quem olha para ele não dá valor algum.
Afinal, ele não tem etiquetas, não tem identificação... não tem luzes chamando a atenção, nem na tampa, nem no teclado ou na junção entre teclado e tampa e quando inicia, aparece uma saudação do Windows 95...
Seu teclado tem letras descascadas... e até o estilo das telas é o discreto "black".
É um notebook preparado para passar despercebido ou ser rejeitado até por um ladrão.
Quanto ao que ele é capaz de fazer, quanto as suas reais configurações, é como o dono...
Quando for comprar um notebook procure saber se ele tem tudo o que você precisa e, se você precisa de tudo que ele tem. Desse modo, fará uma excelente compra e será muito feliz com seu notebook.

Frases Infelizes - 02


Cada uma que aparece!!!

Ou o repórter é poeta ou é erro mesmo:
Em matéria sobre a "Virada Cultural Paulista" no "Jornal de Itupeva" online foi publicada este texto:
"No palco principal, após uma revoada de milhares balões coloridos que marcou a abertura da 3ª edição do maior evento cultural do País, Serra falou à platéia."

Neste texto, temos pelo menos dois erros. Um gramatical e um de lógica.

9 de mai de 2009

Fim dos tempos

A que ponto chega uma sociedade, aonde os moradores de um edifício, decidem arrancar uma amoreira do jardim, só para não terem o trabalho de cultivá-la?

Poder

O poder é uma sombra que assusta os inocentes e atrai os bajuladores!

8 de mai de 2009

Campanhas que não deveriam ser inventadas

A criatividade é essencial para a publicidade, porém, em alguns casos o pessoal perde a noção do bom senso.

Confira os exemplos de frases que não deveriam e não devem ser utilizadas em campanhas publicitárias:

1) Com KY você toma no c_ sorrindo!


2) Com o tema de "Clique e Salve a Terra" a revista "INFO" de 11/2008 publica matéria indicando um software de economia de energia.
Tudo ia bem, até que o reportér termina o texto dizendo...
"Os usuários do programinha já pouparam, juntos, cerca de 50MWh, energia suficiente para iluminar a Torre Eiffel por 31 noites."

3) Banco Real - Serviços Van Gogh
(cortamos as orelhas para não te ouvir reclamar das tarifas)

4) Farmácia Troglodita - Furamos a orelha sem dor  (não sentimos nada quando furamos a sua orelha)

5) Leite condensado - Bata na moça e beba do furinho!

1 de mai de 2009

Um estudo profundo sobre a superficialidade com a qual tratamos a vida!

Ter, ser, querer, poder, comprar, obter, usar, precisar!
Palavras que ditam nossos pensamentos

"Preciso de um terno novo!"
"Preciso de um vestido lindo, para usar na festas da sociedade!"
"Meu automóvel é mais velho do que o do vizinho, preciso trocar logo!"

Somos bombardeados com ordens de consumismo.
"Compre!!"
"Você precisa desse produto!"
"Ainda não comprou o seu?"
"Vai acabar e só você não tem um!"

E eu pergunto:
Porque um homem precisa mais do que dois pares de sapatos, dois pares de tênis e dois chinelos?
Porque um ser humano precisa de mais do 7 camisas de cada estilo, sociais, pólo, esportivas, camisetas, etc?
Homem, precisa de mais do que dois relógios?
Notem que não estou sendo radical, e estou considerando que é saudável, ter por exemplo, um par de sapato marrom e um par de sapato preto, mas, ter 10 pares de sapato social preto (fora as outras cores) pode ser um exagero.
O que dizer da mulher que tem 40 bolsas diferentes e 300 pares de sapatos?
Roupas em quantidades tão grandes que não chegam a serem usadas 2x (ou sequer uma vez).
Para que acumular jóias e bijouterias, em quantidade tal que se usar tudo ao mesmo tempo, terá inventando uma nova armadura e ficará imóvel, tamanho o peso dos materiais.
Não sou imune a isso e já me peguei colecionando livros, cursos, revistas e apostilas.
Mas, acordei e já distribui no passado, boa parte dos livros, e farei nova distribuição do que ainda possuo.
Enquanto novos tempos não vem, continuamos selecionando nossos amigos, pelo que possuem e não pelo que são, pois não "pega bem" sermos vistos do lado de alguém "feio" ou com roupas horriveis!
Nem podemos frequentar o mesmo barzinho simples que nossos amigos podem frequentar, poís, "queima nosso filme" sermos vistos em lugares "fuleiros"!