31 de out de 2008

Enxugar rosto com ar quente


Surgem cada idéia para hoje em dia rotuladas de "ecológicas"!!!
Tomei consciência de uma dessas invenções e suas questionáveis utilidades quando estava em um posto de estrada e fui no banheiro. Após laver minhas mãos e rosto, viro para o lado a procura das tolhas de papel e ...
Não encontro uma, sequer!!
No fundo do corredor, encontro preso à parede, um secador térmico.
Caminhei até lá, estiquei minhas mãos debaixo do trambolho, e me imaginei uma anta, caso dobra-se meu corpo para por minha cabeça debaixo do secador para poder secar meu rosto.
Já recebi "spam" de pessoas que alegam que sofreram queimaduras, e outras que alegam que sofreram choques, não sei até que ponto isso é verdade, mas, qualquer coisa que use uma resistência elétrica semi exposta, me assusta.

Vejam o anúncio de um fabricante de secadores de mãos:
E entre parentêses, obviamente, minhas dúvidas.


PORQUE ADERIR AO SECADOR DE MÃOS

- Aprox. 93% mais econômicos que o papel toalha
(energia elétrica é grátis?)

- Evita o desmatamento
(o metal do secador é reciclado?)

- Evita o custo de compra, armazenagem, reposição e limpeza do papel
(ok quanto aos outros itens, só não entendi essa tal de limpeza do papel, tomara que só o de rosto estejam limpando)

- Mantém o local limpo preservando a imagem da empresa
(eu nem sabia que além de secar ele também aspirava e desinfetava o banheiro!)

- Evita entupimentos causados pelo papel toalha
(humhum! Mas, acha que vândalo não vai jogar água no secador pra ver ele explodir?)

- Funcionamento automático através de sensor
(só funciona direito na fase de testes, na fábrica)

- Simples instalação
(verdade! Todo banheiro tem uma tomada sobrando nas paredes.)

Erros de atendimento


Raramento vou à restaurantes em fase de inauguração, poís, acho que já estou velhinho demais para ser cobaia.
Mas, um dia desses, Mônica e eu arriscamos.
Chegamos lá, jantamos, bebemos refrigerante, depois Mônica pediu uma água em garrafa com gás mas, quando serviram foi água em copo e sem gás.
Os pedidos, sempre são anotados em um palm, pelo garçon, método que a muito tempo eu vinha defendendo, poís, com um bom programa e histórico, dificulta que alguém possa alterar o pedido, indevidamente, principalmente no momento de fechar a conta.
Mônica pediu a conta. É eu sei... ela tem esse péssimo vício de pedir a conta. Eu, por mim, deixava a conta lá, para sempre! kkk
Quando a conta chegou e questionamos o erro ao Garçon ele tem a genial idéia de não pagarmos os 10% da taxa de serviço e ficar "tudo certo"
Ficamos abismados com a sugestão e obviamente, solicitamos a solução correta.
Fico me perguntando o motivo de tão baixa qualidade de atendimento das pessoas, e idéias de dar "jeitinho" em tudo. Será que não é melhor investir mais no treinamento do funcionário?

16 de out de 2008

Aparelhos de ginástica


















Vamos combinar uma coisa?
Assim que decidirem qual destes aparelhos é o definitivo, novo, revolucionário, espetacular, maravilhoso, eficiente, portátil, fácil, econômico e que vem com o maior número de brindes, inteiramente grátis eu passo a fazer exercícios físicos.

Escovas de dentes




















Se a boca dos seres humanos não mudou muito nos últimos milênios, e a minha não muda desde que cresci (e eu acreditando que cresci!), porque a cada ano, surgem novas escovas de dentes, revolucionárias e com promessa de "esta ser mais eficaz que aquela"?
Lançam uma com cerdas para frente, outra com cerdas para trás, cerdas para os lados, cerdas cruzadas, cores e texturas diferentes. Nas costas escova para gengiva, escova para lingua, cabo emborrachado, cabo torto pra um lado, torto para o outro!
Falta o lançamento de uma escova com cabo com cerdas para coçar a mão e outra com um pente no cabo.

Atualizado:
14/04/2010 - As recentes campanhas das indústrias de creme dental, que afirmam que nossos dentes são muito sensíveis e não podem ficar sem a aplicação de creme dental, me deixaram com uma pulga atrás da orelha!
Pense nisso!

10 de out de 2008

Charutos Don Porfírio


Já contei em outros "posts" que minha família tem tradição nos negócios com tabaco.
Agora vou contar sobre um charuto que conheci a pouco tempo.

Foi em uma festa de aniversário de um amigo, que pude apreciar um delicioso charuto. Estava uma noite fria, e alguns charutos da caixa que ele havia recebido de presente, foram distribuídos, sai do salão de festas com um na mão, fui para a sacada acendi o charuto e fiquei ali, admirando a natureza e os sonhos noturnos daquele maravilhoso clube de campo de Sorocaba.
Notei que éra um charuto que para mim, tornava prazeroso o ato de fumar até sobrar praticamente uma pontinha de nada do charuto, ao passo que outros charutos, nacionais ou Porto Riquenhos e Dominicanos, me faziam largar deles quando ainda restavam 1/3.
Guardei o selo do charuto em meu bolso e chegando em casa tratei de pesquisar sobre o mesmo.
Descobri o site, a fábrica, seu proprietário e toda a história que envolvia a produção dos mesmos, inclusive os comentários de quem já havia apreciado os charutos.
Um belo dia, fui até a cidade aonde fica a fabrica La Union.
Foram momentos muito agradáveis.
Sou detalhista e observador, porém, não me prendo a nomes técnicos, notei o cuidado com a produção e o clima positivo de toda a equipe da fábrica, incluindo as tradicionais enroladoras de charutos.
Após visitar toda a linha de produção, qualificação, maturação e armazenagem, pude
sentar na sala e apreciar um compacto, ao lado do seu criador o cubano Diógenes Puentes, .
Momento acompanhado por um bom café preparado na hora e muita conversa sobre o mercado de charutos e o bom gosto na escolha da embalagem dos charutos Don Porfírio
Não vou "rasgar sedas" para falar da qualidade dos charutos Don Porfírio, serei curto e grosso ao me limitar a dizer que: Vale cada centavo, pago por ele.
Produzido com as melhores folhas de tabaco brasileiras e de acordo com os métodos e tradições cubanas, supera em qualidade muitas outras opções do mercado.


Para saber mais sobre os charutos, visitem:
A Fábrica
e o blog de Álvaro Cézar Galvão, que descreve com muito mais profundidade e propriedade sua visita a fábrica.