19 de mar de 2008

Na loja de automóveis - I


Casal chega na concessionária e é prontamente atendido por uma jovem vendedora.
Que a princípio, dirige a conversa para o homem.
Este gentilmente, coloca a esposa no foco da atenção quando informa para a vendedora que o veículo que estão escolhendo é para ela.
Olham o carro, escolhem o modelo, as configurações e papo vai...
E a vendedora para ganhar mais simpatia dos clientes, começa a falar que estudou Direito e não está exercendo a profissão.
A vendedora se empolga e comenta que mora sozinha em uma cidade ao lado.
O Cliente (obviamente) começa a falar que é advogado e que o ramo realmente é difícil, mas que ela deve se empenhar em continuar os estudos, para se destacar no mercado que é promissor.
Escolhem a cor e papo vem...
Vendedora se empolga mais ainda e reforça que mora sozinha na cidade ao lado e que a vida dela é difícil, pois é trabalho e casa, trabalho e casa.
A cliente já mordida com a situação, começa a explicar que o marido não está advogando e é vendedor de uma firminha... que o salário dele não dá para os gastos e ela vai comprar um carro, somente quando sair um dinheiro que ELA tem pra receber.
A vendedora, já se afasta um pouco do casal e começa a falar do namorado dela, que ela até pensa em morar junto com ele pra reduzir as despesas e blá blá blá!
De longe ela se coloca disposição do casal, para quando eles resolverem comprar um automóvel.