31 de jan de 2008

Mundo "Fast Food"

Tempos modernos, dizem as pessoas, para justificar o que vemos por ai.
Tempos onde as pessoas são descartáveis,
os relacionamentos são descartáveis, os objetos são apenas objetos, animais, meros animais.
Não importam mais os sentimentos dos outros, não importa mais a história de uma vida,
o que foi usado não serve mais, não há afetividade com nada.
Quer prova disso?
Entre no "Orkut" e observe as pessoas colecionando "amigos" apenas para ter o maior número de "amigos" e esfregar isso na cara dos outros. Sem se importarem com o valor da palavra "amigo" e quantos o são realmente.
Passeio pelo "Second Life", e veja como os relacionamentos são efêmeros!
Um "grande e arrebatador amor" surge a cada segundo, dura apenas alguns dias e acaba.
Parece que os únicos objetivos das pessoas, atualmente, são o acumulo de riquezas e o prazer pessoal, a qualquer preço.
Incluindo nesse prazer o da vingança, da revanche.
Faz-se questão de provar para o outro que ele é descartável.
Vi "avatares" que se diziam completamente apaixonados... trocarem em uma semana todas as fotos, em seu perfil, do "grande amor" e substituir por outras do "mais novo grande amor", que diz ser o maior de todos.
Vi "avatares" usarem outros "avatares" para sua realização pessoal e riqueza virtual ou real, como se usa um palito de fósforo.
Precisamos acordar que não há segunda vida! Existe uma única vida. O que fazemos em nossos sonhos ou no mundo virtual está diretamente ligado a nossa vida real.
Um mal feito no mundo dos sonhos é um mal real, uma ferida aberta no mundo virtual é uma ferida real.
Em Harry Potter e a Ordem da Fênix, Sirius Black explica para Harry Potter que "Todos temos luz e trevas dentro de nós. O que importa é o lado no qual decidimos agir".
Acredito que seja assim mesmo e que é hora de escolhermos de que lado vamos ficar e, agirmos!