29 de dez de 2008

Perfume Cuba muda embalagem e nome


O mundo está mudando!
Muitas empresas estão reposicionando sua marca, para se enquadrarem nos novos tempos do "socialmente correto", do "ecológicamente correto" e etc.
Isso já aconteceu com vários produtos, como o caso do "lapisinho de chocolate" PAN, que segundo minha mãe éra no passado "cigarrinhos de chocolate" e tinha foto de menino "fumando" o cigarrinho de chocolate.
Agora lí uma noticia que achei interessante!
Pelo que lí os perfumes Cuba estão mudando a embalagem que éra imitação de um charuto, para algo que não é proíbido.
Olhe a foto... compare, acho que ficou bem mais legal, mesmo.
O Nome, é claro tambem mudou, poís segundo informações o nome "Cuba" não tem mais aquele charme...
Agora os perfumes vão se chamar "Ô Bacú!"

Confira:
As antigas e "Démodés" embalagens


E as modernas e não descartáveis embalagens!
Quem experimentou, gostou!

15 de dez de 2008

Net: Roubando pirulito de crianças e enganando velhinhas.



Minha mãe contratou a NET.
Comprou um pacote de serviços, poís, o "moço" da NETdisse que ela podia ligar pra ele de volta, para reclamar caso o serviço não fosse melhor que o da Telefônica.
Ela comprou um pacote de canais de TV, linha de telefone e internet com 1Mb de velocidade.
O "moço" foi muito gentil, inclusive ligou várias vezes preocupado em saber se ela ia ficar com o pacote "promocional especial para a cidade dela" poís ele ia acabar e ai ela teria que pagar o preço normal.
Nos primeiros dias o acesso a internet caia a toda hora, ficando por horas, inativo.
Agora depois de mais de um mês o acesso a internet "normalizou" sim... ficou bem estável, poís está trafegando a uma média de 170Kb de Download e 190Kb de upload.
Isso sem falar que não é possível abrir mais de uma página ao mesmo tempo, poís, dá "acesso negado".
É! Os tempos mudam, e os golpistas se profissionalizam. Ganham CNPJ, Inscr. Estadual etc etc.
Aplicam seus golpes dentro da lei e assim tudo fica legalizado.
Enquanto isso, tadinha da minha mãe... está presa a um contrato de 12 meses com a Net.
É fácil vender pacote de serviços complexos para pessoas simples.
Frases como: "Este é o melhor!", "Todo mundo está comprando deste!", "Este seus filho vão adorar!", e a principal "Vai ser muito útil para o sucesso de seus filhos!" continuam fazendo muito efeito e induzindo compras, com a vantagem de nem precisar por vendedor "PaP" atrás do cliente.
No passado já aplicaram o golpe de "vender gato por lebre"
Hoje aplicam o golpe de "vender acesso supercompartilhado por banda larga"
E no futuro qual será o golpe?

Obs.:
1) Antes ela navegava a 600kbps na Telefônica
2) NET = Nós Entendemos de Tapiar.
3) Consegui publicar este post, porque neste momento o acesso está com espetáculares 388Kb de download e 205kbps de upload.


Episódio 1

Apisódio 1

A primeira conta não foi enviada. Mesmo com insistentes contatos por telefone, não enviaram 2a. via. Provavelmente para passar o prazo para minha mãe reclamar do serviço.


Episódio 2
Após a reclamação da velocidade, na central, eles deram uma "degustação" de 1 ano com 6Mb, para calar a boca da cliente.
Claro que com isso o acesso passou para a média de 400kb.


Episódio 3
Chegou a conta e a promessa éra de um pacote completo por R$ 29,90 por mês.
Valor da Conta cobrada, R$ 420,00, mesmo se considerar que é somatória de 2 meses, está muito acima do prometido.
Além de valores superfaturados, tem ligações locais cobradas como ligações interurbanas.

A saga continua...

9 de dez de 2008

Andando na lua


No Johnson Space Center, em Houston (EUA), já estão sendo testados os veículos que transportarão os astronautas na próxima missão de exploração lunar, que deve acontecer em 2020.
Interessante notícia!!!
Vejamos os fatos:
1) Mais de uma década para testar e desenvolver um carro lunar.
2) Retorno à lua somente em 2020.

Não sei para quê tanto gasto em dinheiro e tanto tempo se, de acordo com o governo americano, já fomos à lua. E pelas imagens, foi tão fácil ir à lua na década de 60.
Passeavamos saltitantes pelo solo lunar e davamos "rolê" de jipe, sem qualquer complicação.


Hoje tenho uma opinião bem diferente da que tinha quando criança, sobre a chegada do homem à lua. E passei a entender, porque os astronautas, ficavam loucos, doentes, reclusos ou viravam pastores de igreja.


Olhe essa foto:

É o pessoal da Apollo 16 dando um "oizinho" para nós leitores!

Em tempo: Durante as comemorações dos 40 anos da chegado do homem à lua, a NASA informou que "perdeu" as gravações originais e por este motivo, restaurou as imagens capturadas pelas redes de TV!

Em tempo 2: Em matéria de Paula Rothman, publicada na "INFO Online" de hoje, sexta-feira, 28 de agosto de 2009 às 16h39, e intitulada "Quem falsificou a pedra lunar da Holanda?" É revelado que a pedra lunar, presenteada pela NASA, pelos astronautas da Apolo 11, ao governo Holandês em 1969, e atualmente exposta no "Museu Nacional Rijksmuseum" trata-se na verdade de um pedaço de madeira petrificada.
Confira no link: http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/quem-falsificou-a-pedra-lunar-da-holanda-28082009-32.shl

6 de dez de 2008

Se beber não dirija + Se o motorista beber, não aceite carona


Estava eu parado na porta do Shopping Jaraguá de Araraquara.
Havia saido da sessão de cinema e esperava meu irmão me buscar de carro.
Notei que um rapaz, saia com dois capacetes presos ao cotovelo, enquanto segurava uma garrafa "long neck" de cerveja, na outra mão.
Lá mesmo, bem em frente de todos, como que para mostrar seu "poder" ou que é o "bonzão" ele terminou de tomar os últimos goles e sua namorada indicou aonde estava o lixo para ele jogar a garrafa, em seguida, cada um vestiu um capacete, subiram na moto e seguiram caminho.
As estastícas demonstram que o número de acidentes motivados pelo uso de alcóol no trânsito diminuiu bastante.
Também é fato que boa parte da população aderiu ao uso do "motorista da vez" para poder ter um grupo que possa curtir as festas.
Porém, podemos notar que tem os que por um motivo ou mesmo uma hora ou outra, bebe e dirigi carro ou pilota moto.
Acho que uma boa medida para reduzir o número de vítimas nesses casos é a criação da campanha "Se o motorista beber, não aceite carona!".
Namoradas, não aceitem voltar para a casa com namorados alcoolizados. Valendo o mesmo para os namorados.
Amigos, não voltem para casa com o amigo que bebeu além da conta.
Não vale dizer que é quando bebem que mais precisam de companhia... não.. Isso é balela!
Garanto que aquele que bebeu e voltou sózinho, por PURA TEIMOSIA em não aceitar que alguém sóbrio dirigisse, vai pensar duas vezes na próxima vez, antes de beber e por em risco a vida de pessoas queridas.
Se você acha triste e frio a adoção dessa medida, é porque nunca viu, pessoas que não tinham bebido, morrerem em acidente de trânsito, por estarem no carro ou moto de quem bebeu.
E isso eu ví! E o pior, não consegui salvá-la!

Portanto, "Se o motorista beber, não aceite carona!".

5 de dez de 2008

Uvas tardias


Assim como a colheita tardia de uvas, em época de estiagem pode gerar um excelente vinho.
Um profissional pode se tornar um exemplo de sucesso, após os 40 anos.


São inúmeros os casos famosos de pessoas que conseguiram o sucesso quando já eram considerados "velhos demais" para a atividade...
Cito como exemplos os casos:
- Tina Turner, que depois de anos afastada do sucesso, tornou-se a maior cantora negra da atualidade. (Saiba mais com o filme: Tina - A Verdadeira História de Tina Turner - What's Love Got to Do with It)
- Burt Munro, cujo recorde de velocidade com uma moto Indian (1967) até hoje não foi quebrado. (Saiba mais com o filme: Desafiando os Limites - The World''s Fastest Indian)

Cito um caso mais espetacular, de quem além do preconceito da idade venceu uma limitação física:
- Maestro João Carlos Martins, que impossibilitado de tocar, aprendeu a reger. (Saiba mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/João_Carlos_Martins)


O mais curioso é que o preconceito parte na maioria das vezes, de pessoas de mesma faixa etária ou até mais velhas.
Talvez movidas pela "dorzinha de cotovelo" ou por limitações próprias, acabam manifestando que não confiam em outras uvas de mesma safra.
Não podemos continuar, deixando de lado esses talentos, como quem abandona na videira, as mais doces uvas.

Creme de Papaia com Licor de Cássis


Quer aterrorizar o Habibs?
Peça Creme de Papaia com Licor de Cássis

Vai ver a equipe toda, sofrendo para descongelar e bater o creme.
Levam uns 20 minutos, no mínimo, para preparar e isso com ajuda e palpite de todos, cozinheiros, bartenders, garçons, maitres e gerente.

Já enfiarem de tudo dentro do liquidificador, para ajudar a dissolver mais rápido o gelo.
Colher de plástico, licor, agua quente, sorvete, colher de metal, socador de caipirinha.
Inclusive, já recebi uma taça em que o "creme de papaya" estava com "flocos plásticos" da colher usada pra empurrar a pedra de gelo, nas lâminas do liquidificador.

Portanto a sugestão para os proprietários de restaurantes é:
Só coloque no cardápio, sobremesas que seu pessoal estará treinado para preparar.
Não adianta querer por no cardápio uma sobremesa, só porque é a sobremesa da moda.

Nota.: Se o que éra um creme de papaya levou uma hora para congelar... como pretende descongelá-lo e deixá-lo cremoso em apenas 10 minutos?

30 de nov de 2008

Inventos que deviam ser inventados


Celular com aparelho de barbear
Mais útil do que joguinhos ou lanterninhas.
Para o barbear perfeito antes da reunião na empresa ou visita ao cliente.

(Obs.: Este acaba de ser inventado e produzido na china vejam como ficou no link http://www.solomobi.com.cn/viewproduct.asp?pro_id=2567 )




Mala banco
Aliás, uma excelente idéia, para as companhias aéreas e terrestres oferecerem para troca pelas "milhas voadas". Basta o fiel cliente apresentar o cartão e comprovar que já esperou, digo voou, horas e horas (em pé ou sentado no chão), para ganhar uma malabanco.

Novidade: Um designer holandês, gostou da ideia e projetou o conceito mala sofá.
http://geekchic.com.br/2009/11/conjunto-mala-sofa.html




Porta moedas para carro
Você joga a moeda por cima e elas caem por tamanho nos lugares. Depois você pega embaixo, quando precisar.

17 de nov de 2008

Frases infelizes - 01






Wikipédia
Página sobre Ivete Sangalo
Sessão curiosidades
"No dia 20 de outubro de 2008 foi confirmado o aborto espontâneo da cantora.[6]"
(Abortaram a cantora?)



http://jornalcidade.uol.com.br
Quarta, 26 de novembro de 2008 - Atualizada as 07:38 h
Trinta e cinco jovens da unidade da Fundação Casa em Araraquara encenaram ontem, terça-feira (25 de novembro), no Teatro Municipal da cidade, o musical Mulher. O espetáculo começa às 19h30 e é aberto ao público, que poderá assistir ao trabalho com a doação de um quilo de alimentos não-perecíveis.
(Como é possível assistir no teatro, um espetáculo que já foi encenado?)





gazetaderibeirao.com.br

Quinta-Feira, 27 de Novembro de 2008
No carderno Cidades, na sessão opinião
Questionando o fato da cidade de Ribeirão estar perdendo negócios para São Carlos o Sr. Izner Hanna Garcia, advogado pós-graduado Fundação Getúlio Vargas (segundo o jornal), expõe em seu texto com título "Estarrecedor" a frase:
A perca da Agrishow e da Cidade de Bioenergia confirmadas e a possível perca da internacionalização do nosso aeroporto, representam um grave golpe ao desenvolvimento de Ribeirão.


(Esses erros levam qualquer leitor a "percar" a paciência!)




http://www.stupid.com

O site na sua matéria especial, lista os 10 presentes mais estupidos em 2008.
Só que a lista tem somente 8 itens!!!

16 de nov de 2008

Fumando sem pensar


Vejo uma garota no banco do motorista de um Peugeot 206, na porta da locadora de vídeos, em um sábado lá pelas 21:00h, esperando uma amiga chegar.
Passa batom, maquiagem, põe brincos... usando o retrovisor... se arruma toda...
Enquanto isso fuma dentro do carro, com os vidros fechados!
Com certeza o ato de fumar um cigarro, para compensar a ansiedade dos momentos de espera, está tão impregnado em seu pensamento que ela não tem noção de que, ao chegar no barzinho, na pista ou aonde quer que ela esteja indo, todos (digo todos mesmo) que a abraçarem ou apenas se aproximarem dela ficarão com a amarga lembrança de um cabelo fedido de cigarro ou com bafo de cigarro.
Talvez, ela amenize o bafo com chicletes... ai teremos bafo de chicletes com cigarro.
E a lembrança ruim estará potencializada pelo contrastes, entre os primeiros segundos de imagem de uma garota, lindinha, produzida, maquiada e o cheirão de cigarro.
Não sou contra o tabaco, mas sou contra o cigarro de papel. Que foi inventado exclusivamente para; queimar mais rápido e viciar o consumidor.

Ekeko restaurado


Ekeko Dios de la abundancia

Este personagem entrou para a vida da minha família, mais precisamente para a parte da família de minha mãe, a mais de 25 anos (talvez 30 anos).
Veio de uma viagem à bolívia de meu tio Domingos e, se não me falha a memória, minha avó, fizeram.
Éra um senhor baixinho e gordinho, de sorriso largo, humilde e que trazia em suas costas, com extrema alegria, representações de lar, dinheiro, comida e etc.
Pouco antes da meia noite no reveillon era trazido à mesa da ceia.
Acabou virando uma brincadeira entre as crianças que movimentava toda a festa.
Quem ia dar pinga para o Ekeko?
Essa era a grande questão!
Cada um com seu olhar e seu pensamento diferente, fitava aquela boneco.
Eu particularmente, observava todos os detalhes, as cores, os objetos que carregava, sua simbologia e queria descobrir sua origem.
Os tempos passaram e o Ekeko foi envelhecendo, junto com todos.
Caiu diversas vezes e foi colado, seu gesso foi ficando fraco e por ser uma estátua oca, começo a ruir. Os alimentos que carregava, mesmo tendo sido trocados em certa data, por novos, já estavam roídos e carunchados.
Uma certa noite de reveillon ele caiu e não foi mais possível ser remendado.
Foi então, que eu o peguei, juntando os cacos e o trouxe para minha casa.
Lancei, então, 2 desafios para mim:
1) Restaurar o mais próximo possível de sua forma original
2) utilizar materiais que encontrasse dentro de casa
E assim, sem pressa, fui fazendo.
Preenchi o interior dele com cera de velas, para dar sustentação ao gesso.
Usei o mesmo material para cobrir falhas e trincos no corpo.
Na cabeça ou melhor, no que deveria ser a cabeça, fiz com papel, cera e cola.
A pintura foi feita em partes com tinta a óleo e em outras partes com tinta acrílica,, que já tinha em casa.
Pesquisa na internet foi feita para encontrar imagens do Ekeko e de suas miniaturas.
Toda sua lenda foi resgatada!
Montei novas miniaturas, que agora eu sabia serem chamadas de "Alasitas".
Criei uma caixa com Eva para guardá-lo melhor e protegê-lo.
Em sua caixa coloquei, também, um envelope com o texto de sua origem.
Texto esse que reproduzi abaixo.
Como todas as minhas outras realizações, esta restauração, não tem valor monetário. Seu único valor é o sentimental!


Nota: Como agora o Ekeko é um cidadão do mundo, ganhou novas "alasitas". Euro, bolivares e reais, passaporte, carteira de trabalho, automóvel e cartão de crédito.


La leyenda del Ekeko
dios de la abundancia



Mucho antes de la conquista española, vivía en el Altiplano un hombre aymará llamado Iqiqu. Era bajito, humilde, generoso y alegre. Su bondad era tal que donde iba, daba armonía a las existencias, cultivaba las buenas relaciones, reunía a los enamorados. Por otra parte daba consejos avisados y su sola presencia garantizaba días felices a todos.

Para mejorar todavía sus virtudes, "el Apu Qullana Qullo" (Dios el Padre Divino), que vivía en las alturas sagradas del « khuno Qullo » (Montana Sagrada), le regaló unas calidades maravillosas. Así logró realizar grandes hazañas, como mover piedras enormes, secar ríos enteros, abrir o desplazar montañas. Lo hizo con todo corazón, con todo su entusiasmo, todo le obedecía, y por esto mismo, la gente lo seguía sin vacilar.

Tradición

En la mitología y el folclore de Bolivia, El Ekeko es la figura del dios de la fortuna y el dios de la casa en varias comunidades aymará hablantes,. Se dice que siempre hay que tener el ekeko "Cargado" para tener la prosperidad de todo aquello que haga falta o de necesidad básica (comida), etc..). La tradicoin tambien dice que el Ekeko no es algo que se compre o adquiera para uno mismo, mas al contrario este debe ser obsequio de otra persona. En otras áreas las personas le ofrecen billetes de banco y / o monedas para obtener dinero, cereales para una buena cosecha, y un poco de comida para asegurar la prosperidad en general.

Las Alasitas

Las "alasitas" son miniaturas de todo tipo de objetos que se venden en mercados y ferias en varias ciudades de Bolivia al inicio de la época de lluvias, pero especialmente en La Paz el 24 de enero de cada año. « Alasita » es una palabra aymará que significa « cómprame ». Es una celebración a Ekeko, dios de la abundancia a quien se regala miniaturas representando los sueños que uno desea ver concretizados en el transcurso del año que empieza (una maleta para un viaje, un coche para tener uno al año, una bolsa de arroz para tener comida todo el año, .). Resultado de una creencia en la magia imitativa: cuando ya se posee la cosa en miniatura, será más fácil tenerlo en grande!

15 de nov de 2008

Maiores e piores empresas



Diante de mais uma ocorrência de ausência de internet fiz algumas anotações...
É revoltante, notar o descaso com que algumas empresas tratam seus clientes.
É o caso das telefônicas, tanto fixas quanto móveis.
Do jeito que anda a falta de atenção e carinho com os consumidores, logo as empresas vão mover processos contra os consumidores por estes ousarem a reclamar da qualidade dos serviços e produtos da empresa!
Parte da culpa desse descaso é nossa. Sim, nossa como consumidores omissos, quando não reclamamos eficazmente do produto, nossa quando não movemos as ações cabíveis e nossa, também é a culpa, quando escolhermos errado os representantes políticos que permitem que algumas normas protecionistas (para as empresas) sejam criadas.
Como ser eficaz na reclamação?
Registrar os fatos, registrar as reclamações registrar as promessas e principalmente cobrar os resultados nos prazos prometidos.
Não vou nem falar do passado, quando era um pouco mais trabalhoso registrar os fatos, mas hoje, não há mais desculpa.
Qualquer consumidor tem acesso a uma câmera digital ou celular com câmera, mesmo que seja uma câmera VGA.
Vários celulares possuem gravador de som. Além disso, vários players de mp3 também, são gravadores digitais.
Então, vamos adquirir o hábito de gravar as conversas, de fotografar os defeitos dos produtos e suas falhas e vamos escrever (sim! eu disse escrever) seja a mão, seja na máquina de escrever ou no computador, imprimindo ou enviando por e-mail, mas vamos escrever nossas reclamações.
Não vamos deixar a questão somente no verbal e na confiança do atendente que em vários momentos é super gentil.
Se agirmos agora e continuarmos a agir assim, em cinco (5) anos não veremos mais empresas tratando nos consumidores como pedintes de esmolas.
Vamos colocar as coisas nos seus devidos lugares, afinal, empresas existem para satisfazer nossas necessidades. Elas é que nos servem, não o contrário, não somos nem devemos ser escravos das empresas, de adquirirmos o que elas querem, de usarmos o que elas decidiram que devemos usar.
Espero ver em breve empresas que tratam os clientes com total falta de educação,, fechando suas portas ou mudando sua forma de tratar o consumidor.
Está mais do que na hora de empresas como TELEFONICA, CLARO, VIVO, NET, Companhias aéreas, companhias de ônibus, criarem vergonha na cara e passarem a atender seus clientes com mais respeito.
Sei que sou apenas um beijaflôr nessa história, mas, faço a minha parte. Não compro produtos e serviços de quem não me respeita como ser humano e principalmente, como a pessoa mais importante para a sobrevivência da empresa "o consumidor".
Enquanto isso, fico mais um dia sem internet, afinal, o que é mais um dia de trabalho perdido, para uma empresa que não enxerga a importância de seus publico consumidor e que chega a usar como personagem de propaganda um general Soviético.
Como posso confiar numa empresa que está usando como símbolo uma figura, obsoleta, de uma nação que não existe mais e que tinha sérios problemas de falta de tecnologia e autoritarismo. A única semelhança que encontro é que lá no pais de origem do personagem as pessoas viviam congeladas de tanto frio... e aqui a internet deles vive "congelada " impedindo o acesso dos clientes!
O que acham da idéia de neste dia 15 de novembro, proclamarmos o fim de alguns abusos ou o fim de algumas empresas?

5 de nov de 2008

Coisas tolas que fazemos



Colocar fita vermelha na alça da mala de viagem, para marcar distinguir a mala preta das demais.
(A maioria das malas de viagem são pretas e seus donos, colocaram a mesma fita vermelha na alça.)

Tirar o "anel" da lata de cerveja para marcar qual é a nossa lata!

Por o copo no canto da mesa para saber qual é o copo que está usando!

31 de out de 2008

Enxugar rosto com ar quente


Surgem cada idéia para hoje em dia rotuladas de "ecológicas"!!!
Tomei consciência de uma dessas invenções e suas questionáveis utilidades quando estava em um posto de estrada e fui no banheiro. Após laver minhas mãos e rosto, viro para o lado a procura das tolhas de papel e ...
Não encontro uma, sequer!!
No fundo do corredor, encontro preso à parede, um secador térmico.
Caminhei até lá, estiquei minhas mãos debaixo do trambolho, e me imaginei uma anta, caso dobra-se meu corpo para por minha cabeça debaixo do secador para poder secar meu rosto.
Já recebi "spam" de pessoas que alegam que sofreram queimaduras, e outras que alegam que sofreram choques, não sei até que ponto isso é verdade, mas, qualquer coisa que use uma resistência elétrica semi exposta, me assusta.

Vejam o anúncio de um fabricante de secadores de mãos:
E entre parentêses, obviamente, minhas dúvidas.


PORQUE ADERIR AO SECADOR DE MÃOS

- Aprox. 93% mais econômicos que o papel toalha
(energia elétrica é grátis?)

- Evita o desmatamento
(o metal do secador é reciclado?)

- Evita o custo de compra, armazenagem, reposição e limpeza do papel
(ok quanto aos outros itens, só não entendi essa tal de limpeza do papel, tomara que só o de rosto estejam limpando)

- Mantém o local limpo preservando a imagem da empresa
(eu nem sabia que além de secar ele também aspirava e desinfetava o banheiro!)

- Evita entupimentos causados pelo papel toalha
(humhum! Mas, acha que vândalo não vai jogar água no secador pra ver ele explodir?)

- Funcionamento automático através de sensor
(só funciona direito na fase de testes, na fábrica)

- Simples instalação
(verdade! Todo banheiro tem uma tomada sobrando nas paredes.)

Erros de atendimento


Raramento vou à restaurantes em fase de inauguração, poís, acho que já estou velhinho demais para ser cobaia.
Mas, um dia desses, Mônica e eu arriscamos.
Chegamos lá, jantamos, bebemos refrigerante, depois Mônica pediu uma água em garrafa com gás mas, quando serviram foi água em copo e sem gás.
Os pedidos, sempre são anotados em um palm, pelo garçon, método que a muito tempo eu vinha defendendo, poís, com um bom programa e histórico, dificulta que alguém possa alterar o pedido, indevidamente, principalmente no momento de fechar a conta.
Mônica pediu a conta. É eu sei... ela tem esse péssimo vício de pedir a conta. Eu, por mim, deixava a conta lá, para sempre! kkk
Quando a conta chegou e questionamos o erro ao Garçon ele tem a genial idéia de não pagarmos os 10% da taxa de serviço e ficar "tudo certo"
Ficamos abismados com a sugestão e obviamente, solicitamos a solução correta.
Fico me perguntando o motivo de tão baixa qualidade de atendimento das pessoas, e idéias de dar "jeitinho" em tudo. Será que não é melhor investir mais no treinamento do funcionário?

16 de out de 2008

Aparelhos de ginástica


















Vamos combinar uma coisa?
Assim que decidirem qual destes aparelhos é o definitivo, novo, revolucionário, espetacular, maravilhoso, eficiente, portátil, fácil, econômico e que vem com o maior número de brindes, inteiramente grátis eu passo a fazer exercícios físicos.

Escovas de dentes




















Se a boca dos seres humanos não mudou muito nos últimos milênios, e a minha não muda desde que cresci (e eu acreditando que cresci!), porque a cada ano, surgem novas escovas de dentes, revolucionárias e com promessa de "esta ser mais eficaz que aquela"?
Lançam uma com cerdas para frente, outra com cerdas para trás, cerdas para os lados, cerdas cruzadas, cores e texturas diferentes. Nas costas escova para gengiva, escova para lingua, cabo emborrachado, cabo torto pra um lado, torto para o outro!
Falta o lançamento de uma escova com cabo com cerdas para coçar a mão e outra com um pente no cabo.

Atualizado:
14/04/2010 - As recentes campanhas das indústrias de creme dental, que afirmam que nossos dentes são muito sensíveis e não podem ficar sem a aplicação de creme dental, me deixaram com uma pulga atrás da orelha!
Pense nisso!

10 de out de 2008

Charutos Don Porfírio


Já contei em outros "posts" que minha família tem tradição nos negócios com tabaco.
Agora vou contar sobre um charuto que conheci a pouco tempo.

Foi em uma festa de aniversário de um amigo, que pude apreciar um delicioso charuto. Estava uma noite fria, e alguns charutos da caixa que ele havia recebido de presente, foram distribuídos, sai do salão de festas com um na mão, fui para a sacada acendi o charuto e fiquei ali, admirando a natureza e os sonhos noturnos daquele maravilhoso clube de campo de Sorocaba.
Notei que éra um charuto que para mim, tornava prazeroso o ato de fumar até sobrar praticamente uma pontinha de nada do charuto, ao passo que outros charutos, nacionais ou Porto Riquenhos e Dominicanos, me faziam largar deles quando ainda restavam 1/3.
Guardei o selo do charuto em meu bolso e chegando em casa tratei de pesquisar sobre o mesmo.
Descobri o site, a fábrica, seu proprietário e toda a história que envolvia a produção dos mesmos, inclusive os comentários de quem já havia apreciado os charutos.
Um belo dia, fui até a cidade aonde fica a fabrica La Union.
Foram momentos muito agradáveis.
Sou detalhista e observador, porém, não me prendo a nomes técnicos, notei o cuidado com a produção e o clima positivo de toda a equipe da fábrica, incluindo as tradicionais enroladoras de charutos.
Após visitar toda a linha de produção, qualificação, maturação e armazenagem, pude
sentar na sala e apreciar um compacto, ao lado do seu criador o cubano Diógenes Puentes, .
Momento acompanhado por um bom café preparado na hora e muita conversa sobre o mercado de charutos e o bom gosto na escolha da embalagem dos charutos Don Porfírio
Não vou "rasgar sedas" para falar da qualidade dos charutos Don Porfírio, serei curto e grosso ao me limitar a dizer que: Vale cada centavo, pago por ele.
Produzido com as melhores folhas de tabaco brasileiras e de acordo com os métodos e tradições cubanas, supera em qualidade muitas outras opções do mercado.


Para saber mais sobre os charutos, visitem:
A Fábrica
e o blog de Álvaro Cézar Galvão, que descreve com muito mais profundidade e propriedade sua visita a fábrica.